João Félix marca dois na vitória do Atletico sobre o Betis. Veja os golos

Avançado português foi titular pelos colchoneros e saiu aos 83'. Em Elche, o Barcelona conseguiu dar a volta aos locais nos segundos 45 minutos da partida.

Um bis do internacional português João Félix permitiu este domingo ao Atlético de Madrid vencer o encontro da 27.ª jornada, em casa do Betis (3-1), que caiu do terceiro para o quinto lugar da Liga espanhola de futebol.

No Estádio Benito Villamarín, em Sevilha, o avançado luso entrou a todo o gás e, quando ainda nem estavam decorridos dois minutos, colocou os colchoneros na frente, a passe de Correa.

No lado do Betis, o mexicano Andrés Guardado deixou o campo lesionado, aos 10 minutos, e foi precisamente o seu substituto, o ex-portista Cristian Tello, que empatou o jogo, num belo remate colocado, aos 45+5.

O antigo avançado do Benfica voltaria a estar em evidência no desafio e a revelar-se decisivo, ao apontar o segundo tento do emblema da capital espanhola, aos 61 minutos, uma vantagem que foi fechada já perto do fim, por Thomas Lemar (80).

Numa classificação comandada de forma isolada pelo Real Madrid, com 63 pontos, seguido do Sevilha, com 55, o Atlético ocupa o quarto posto, com os mesmos 48 pontos do FC Barcelona, que tem um jogo em atraso e subiu a terceiro.

O Betis, que teve o português William Carvalho no meio-campo durante os 90 minutos e o compatriota Rui Silva entre os suplentes, é, agora, quinto posicionado, com 46 pontos.

Horas antes, um golo fora de horas de Iago Aspas (90+7 minutos), de grande penalidade, colocou o Celta de Vigo na rota dos triunfos, na receção ao Maiorca (4-3), quatro jogos depois.

O experiente avançado fez o tento da vitória quando os anfitriões, que seguem no 10.º posto, com 35 pontos, já estavam reduzidos a 10 elementos, face à expulsão do defesa Hugo Mallo (86 minutos).

Na primeira parte, Thiago Galhardo (13 minutos) e Denis Suarez (25) marcaram para o conjunto de Vigo, mas, pelo meio, Giovanni Gonzalez (19) reduziu.

Após o descanso, um autogolo de Aiddo deixou o duelo empatado no Estádio de Balaídos, contudo, Iago Aspas (61 minutos) fez o 3-2, ao anotar o primeiro da conta pessoal, e Salva Sevilha voltou a restabelecer nova igualdade, insuficiente para os anfitriões, que averbaram o quarto desaire seguido, seguindo na 16.ª posição, com 26.

O FC Barcelona conseguiu operar a reviravolta na deslocação no Estádio Manuel Martínez Valero, em Elche (2-1), onde foram os locais a colocar-se em vantagem no marcador, face ao remate certeiro do médio Fidel, quando decorria o minuto 44, porém, após o tempo de descanso, o emblema culé reagiu.

O avançado Ferran Torres, aos 61 minutos, restabeleceu a igualdade, abrindo caminho para a reviravolta, obtida graças a uma grande penalidade convertida pelo neerlandês Memphis Depay, aos 85.

Mais cedo, um golo de Ruben Alcarraz, aos 55 minutos, e outro do marroquino Oussama Idrissi (63), bastaram para o Cádiz bater em casa o Rayo Vallecano (2-0), que teve o luso Bebé em campo na segunda parte, enquanto o compatriota Kevin Rodrigues não saiu do banco.

Este regresso às vitórias permitiu ao Cádiz passar a somar 24 pontos, na 18.º e antepenúltima posição, apenas a um do Granada, o primeiro conjunto acima da zona perigosa. O emblema dos arredores de Madrid é 13.º, com 31.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de