Jogadores, treinadores e dirigentes que acusaram a Covid-19

O desporto está suspenso em quase todo o mundo. A pandemia de coronavírus atinge diversos países com atletas, jogadores, treinadores e dirigentes a contrair o vírus.

Jorge Jesus, Mikel Arteta, Garay, Evangelos Marinakis e Kevin Durant são alguns dos principais nomes do desporto que testaram positivo para a pandemia da Covid-19. Cristiano Ronaldo continua de quarentena na ilha da Madeira.

O "mister" espera o resultado do terceiro teste

Jorge Jesus fez um novo teste do coronavírus na manhã de terça-feira. O treinador do Flamengo está à espera de obter um diagnóstico definitivo, porque o primeiro resultado apontou a "positivo fraco", e a contra prova foi inconclusiva.

No Flamengo o primeiro infetado foi Maurício Gomes de Mattos, vice-presidente do clube. No final de fevereiro, Maurício Gomes de Mattos esteve em Espanha com Rodolfo Landim, presidente do Flamnego, numa visita ao Real Madrid.

Valência com "pandemia no plantel"

O Valência criticou a UEFA, e informou, que tem 35% de casos positivos da Covid-19 no plantel principal, incluindo o ex-benfiquista Garay e o ex-portista Mangala.

O clube Che diz não compreender as razões que levaram a UEFA a obrigar o clube a jogar a primeira mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, em Itália, frente à Atalanta.

O Valência tem no plantel os jogadores portugueses Gonçalo Guedes e Thierry Correia e acrescenta que os infetados com o novo coronavírus são elementos da equipa técnica e futebolistas. No comunicado o clube informa que todos os infectados estão em quarentena em casa e com acompanhamento médico.

Morreu um treinador espanhol com a Covid-19

Em Espanha já foi confirmada a morte do jovem treinador Francisco García, do Atlético Portada Alta, um clube de divisões inferiores do futebol espanhol.

O técnico, de apenas 21 anos, acusou positivo para a Covid-19 e acabou por não resistir à doença. Francisco García já tinha outras patologias, ele que foi diagnosticado com um problema oncológico pouco tempo antes de lhe ter sido detetado o novo coronavírus.

Itália não trava número de infetados, Matuidi acusa positivo. Ronaldo está de quarentena

O francês Blaise Matuidi foi um dos últimos jogadores de futebol a acusar positivo no teste da pandemia de Covid-19, e o segundo no plantel da Juventus, depois do italiano Daniele Rugani. Cristiano Ronaldo continua de quarentena na ilha da Madeira.

"O jogador Blaise Matuidi passou por exames médicos que se revelaram positivos à Covid-19. O jogador está desde 11 de março em isolamento voluntário e continuará a seguir o mesmo regime", pode ler-se na página da Juventus na internet.

No campeonato italiano, para além de Matuidi e Rugani da "Juve", também Dusan Vlahovic, German Pezella e Patrick Cutrone, os três jogadores da Fiorentina, estão infetados, assim como Omar Colley, Albin Ekdal, Fabio Depaoli, Antonino la Gumina, Manolo Gabbiadini e Morten Thorsby, todos da Sampdoria.

E em França, onde está Neymar?

Ninguém sabe onde está Neymar. O jogador brasileiro pode ter deixado a cidade de Paris no seu avião particular para rumar ao Brasil, fugindo à quarentena obrigatória decretada pelo presidente Emmanuel Macron, para o território francês.

A notícia está a ser avançada pelo jornal "Le Parisien", depois do PSG ter informado que os jogadores do clube iam estar isolados em casa, para seguirem os planos de treino da equipa técnica.

Dirigentes não escapam à pandemia

Em Inglaterra, em Espanha, em Itália mas também no Brasil e na Bulgária, são vários os treinadores e dirigentes que já revelaram que estão infetados com o novo coronavírus.

O mais recente foi Kiril Domuschiev, presidente do Ludogorets, campeão búlgaro, anunciou esta terça-feira ter sido diagnosticado com a Covid-19.

Kiril Domuschiev informou que no Facebook, que já tinha feito um primeiro teste, com resultado negativo, mas repetiu a análise após sentir uma indisposição.

O primeiro dirigente foi o empresário grego Evangelos Marinakis, dono do Olympiacos e do Nottingham Forest.

Evangelos Marinakis escreveu nas redes sociais que "o recente vírus visitou-me e senti-me obrigado a comunicar isso ao público. Sinto-me bem e estou a tomar todas as medidas necessárias".

Na Turquia e na Ucrânia ainda se joga futebol

Dois campeonatos que estão desalinhados com a grande maiorias dos países da Europa, e onde jogam e treinam alguns portugueses. Os jogos continuam a decorrer, mas sem público nas bancadas.

Na Turquia jogam, por exemplo, Ricardo Quaresma, Beto e André Castro. Quem não quis arriscar foi o nigeriano Obi Mikel. O médio decidiu rescindir o contrato que o ligava ao Trabzonspor. Defendeu que não queria jogar e terminou com o contrato que o ligava ao clube.

Já na Ucrânia o destaque vai para o treinador português Luís Castro, que lidera o campeonato ao serviço do Shakthar Donestk. Para já não há informação de que algum jogador, treinador ou dirigente tenha sido infetado pelo novo coronavírus na Ucrânia e na Turquia. Tal como em Portugal, Países Baixos e Rússia. Na Alemanha a história é outra.

O território germânico está a ser afetado pelo coronavírus, com o futebol a não ser diferente. Vários atletas da Bundesliga testaram positivo. O caso de Luca Kilian do Paderborn, Jannes Horn e Timo Hubers do Hannover e Fabian Nurnberger do Nuremberg. Um jogador do Hertha Berlin testou positivo, mas o clube preservou a identidade do atleta

Covid-19 atinge os "gigantes" da NBA, Kevin Durant stá infetado

Quatro jogadores dos Brooklyn Nets acusaram positivo para a Covid-19. Um desses atletas é Kevin Durant, revelou o próprio atleta em declarações ao jornal online "The Athletic", e onde garantiu que está bem e sem quaisquer sintomas do novo coronavírus.

O jogador de 31 anos, uma das estrelas da liga norte-americana de basquetebol, deixou ainda a mensagem para que "todos tenham cuidado, cuidem-se e fiquem em quarentena. Vamos conseguir ultrapassar isto», sublinhou Kevin Durant.

Os Brooklyn Nets não revelaram a identidade dos outros três jogadores infetados. Apenas acrescentou que três dos quatro basquetebolistas estão assintomáticos, enquanto o outro tem mostrado sintomas de ter contraído o vírus.

Outras Notícias

Patrocinado

Apoio de

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de