Judoca Telma Monteiro conquista medalha de ouro no Grand Slam de Abu Dhabi

Portuguesa venceu a francesa Priscila Gneto, por waza-ari.

A judoca portuguesa Telma Monteiro conquistou esta sexta-feira a medalha de ouro no Grand Slam de Abu Dhabi, ao vencer na final de -57 kg a francesa Priscila Gneto, por waza-ari, a 55 segundos do final do combate.

A medalha de ouro de Telma Monteiro junta-se ao bronze alcançado um pouco antes por Catarina Costa, mas na categoria de -48 kg.

Telma Monteiro, que efetuava a sua primeira grande prova após os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, competição em que foi eliminada na segunda ronda, tinha afirmado que queria terminar o ano com uma medalha, e em Abu Dhabi chegou ao ouro após três combates.

A judoca do Benfica, que se prepara, aos 35 anos, para novo ciclo olímpico, com vista aos Jogos de Paris2024, não defraudou as expectativas e tentou, quase sempre, ter a iniciativa no tatami.

No percurso até ao ouro, e depois de ficar isenta na primeira ronda, Telma Monteiro venceu nos quartos de final a francesa Faiza Mokdar (48.ª) por waza-ari, e nas meias-finais a britânica Acelya Toprak (63.º), por ippon, antes de encontrar Gneto.

No combate final, frente a uma adversária com quem nunca se tinha cruzado, apesar dos 30 anos da francesa, Telma Monteiro teve uma 'luta' equilibrada, pelo menos até ao último minuto e a um erro 'primário' de Priscila Gneto.

Depois de uma tentativa de projeção da portuguesa, sem que fosse concretizada, a judoca francesa virou as costas e Telma conseguiu agarrar a sua oponente e virá-la, o suficiente para pontuar e gerir - ainda recebeu dois castigos - até ao final.

Portugal sai de Abu Dhabi com duas medalhas, com a conquista de Telma Monteiro a fechar o primeiro dia de competição, já depois de Catarina Costa ter conquistado também hoje a medalha de bronze na categoria de -48 kg.

A judoca de Coimbra, 12.ª do 'ranking', esteve igualmente isenta na primeira ronda, e depois de perder no seu combate de estreia, já nos quartos de final, frente à russa Irina Dolgova (17.ª), por waza-ari, venceu os dois combates na repescagem.

Catarina Costa chegou ao bronze após derrotar a belga Ellen Salens (53.ª) e a também russa Sabina Giliziava (20.ª), num combate que se arrastou até ao golden score, com a portuguesa a pontuar para waza-ari aos 2.57 minutos (6.57 no total).

Mais cedo, Joana Diogo, a terceira e última judoca lusa inscrita em Abu Dhabi, perdeu na estreia em -52 kg.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de