Leclerc ainda prometeu, mas Verstappen não deu hipótese. A época de Fórmula 1 em imagens

Os motores dos carros de Fórmula 1 de 2022 desligaram-se pela última vez, este domingo, no Grande Prémio de Abu Dhabi. Max Verstappen voltou a sagrar-se campeão do mundo de pilotos e a Red Bull recuperou, nove anos depois, o título de melhor construtora.

O neerlandês terminou o ano com o recorde de vitórias numa temporada - 15 - mas, ainda assim, em março, o domínio não parecia ser tão evidente, porque Charles Leclerc, da Ferrari, venceu duas das três primeiras provas, no Bahrain e na Austrália. Seguiram-se três vitórias consecutivas de Verstappen, que embalou e se destacou na classificação, sem nunca mais largar a liderança.

A confirmação do título chegou com cinco rondas para o final, em Suzuka, no Japão. Contas feitas, foram 454 pontos marcados em 22 rondas e 146 de vantagem em relação a Leclerc, que apenas garantiu o segundo posto na última corrida, levando a melhor em relação a Sergio Pérez, colega de equipa do piloto da bicampeão do mundo.

O ano de 2022 também foi marcado por estreias. O piloto da Ferrari Carlos Sainz (em Silverstone, Inglaterra) e George Russell (Interlagos, no Brasil), da Mercedes, conquistaram a primeira vitória da carreira. Além destes, também Sergio Pérez (Arábia Saudita) e o atleta da Haas, Kevin Magnussen, (Brasil) saborearam, pela primeira vez, a conquista de uma pole position.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de