Leões de Parambos rugiram na aldeia mais sportinguista do país

Festa só não foi maior porque a GNR foi avisar que tinham de cumprir as normas em vigor devido à pandemia.

Esta quarta-feira acordou pouco simpática em Parambos, que diz ser a aldeia mais sportinguista do país. Mas o vento não afastou, nem a chuva lavou, a alegria vinda da noite em que o Sporting voltou a ser campeão.

Os mais de 200 corações verdes e brancos desta aldeia de Carrazeda de Ansiães bateram forte, festejaram o possível e as caras da manhã seguinte mostravam sinais de uma noite mal dormida.

No seu café ainda vazio, Virgínia Almeida assumia que "nem deu o sono" tão cedo como é costume, porque "houve foguetes até tarde". Esta manhã, teve de entregar um pouco mais do seu tempo à cama.

Nas paredes do café, continuam orgulhosamente visíveis os cachecóis e pósteres de outras festas de campeão do Sporting. Em Parambos só não é dia feriado "porque não dá", pois há trabalho para fazer.

Agora é desfrutar do momento e continuar a garantir o sportinguismo desde o berço. Dário Domingos garante que os bebés, "mesmo antes de nascerem já são sportinguistas, porque os pais têm essa ideia".

Da noite de festa, sobra a emoção de António Pinto: "Não há palavras para descrever este momento. Houve muito sofrimento, muita emoção", resumia, de camisola do Sporting vestida, bandeira na mão. "Demorou 19 anos, mas nunca desistimos, jogasse bem ou jogasse mal. É isto que nos vai no coração, o grande amor ao clube".

António Vasco Trigo, 85 anos, que vive no lar da Santa Casa da Misericórdia de Carrazeda, já previra em dezembro que, passando o Natal no primeiro lugar, o Sporting seria campeão. Foi na sua terra natal que assistiu à consagração. "Tinha muita fé. Sofri muito, mas agora estou feliz", sorriu.

Marina Trigo sabia que a vantagem para o F. C. do Porto "era confortável" e que dificilmente o leão não levantaria a taça. Mas, não fosse o diabo tecê-las, "convinha despachar isto já". Afinal, estava à espera há 19 anos.

Para além dos foguetes, houve caravana de sportinguistas pela freguesia e pela sede de concelho. O resto dos festejos fica agendado para o próximo fim de semana.

O Sporting de Parambos é a filial 87 dos Leões e está a comemorar 84 anos de existência, agora com mais razões para festejar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de