Lisboa com torneio de luxo no verão para decidir Champions 2019/2020

Cinco jogadores portugueses podem conquistar a Liga dos Campões: João Félix, Bernardo Silva, João Cancelo, Nélson Semedo e Anthony Lopes.

12 dias, 7 jogos (sempre com início às 20 horas) 2 estádios: Luz e Alvalade... com Lisboa a receber 8 equipas para a decisão da Liga dos Campeões 2019/2020.

Os quartos de final, meias-finais e final da Liga da Champions vão ser realizadas num torneio eliminatório puro.

As eliminatórias vão ser decididas apenas a uma mão.

Esta noite, 12 de agosto: Atalanta/Paris Saint Germain, no Estádio da Luz.

A equipa italiana afastou o Valência nos oitavos-de-final, enquanto que os franceses eliminaram o Borussia de Dortmund.

Na fase de grupos, a Atalanta ficou no 2.º lugar, com 7 pontos, metade dos conquistados pelo Manchester City, e com mais 1 ponto que o Shakhtar Donetsk.

O PSG dominou o Grupo A, 6 jogos, 5 vitórias e 1 empate, acabando com 16 pontos, mais 5 que o Real Madrid.

Para amanhã, dia 13 de agosto: Leipzig/Atlético de Madrid, no Estádio José Alvalade.

Os alemães afastaram o Tottenham de Mourinho nos oitavos de final com 2 vitórias.

Na fase de grupos, a liderança com 11 pontos, mais 3 do que o Lyon e 4 de avanço para o Benfica.

As águias perderam na Luz e empataram na Alemanha, frente ao Leipzig.

Quanto à equipa de João Félix... deixou pelo caminho o Campeão da Europa em título, o Liverpool, com 2 triunfos nos oitavos-de-final.

Na fase de grupos, o Atlético foi 2.º com 10 pontos, menos 6 que a Juventus de Cristiano Ronaldo.

Na sexta-feira, 14 de agosto: Barcelona/Bayern de Muniche, no Estádio da Luz.

O Barcelona de Nélson Semedo e Messi eliminou o Nápoles.

Na fase a pontuar, a liderança com mais 4 pontos que o Dortmund.

O Bayern arrasou o Chelsea nos oitavos, com 7/1 nas duas mãos e na fase de grupos passeou classe, em 6 jogos, outras tantas vitórias.

Para sábado, 15 de agosto: Manchester City/Lyon, no Estádio José Alvalade.

A equipa inglesa, onde jogam os internacionais portugueses Bernardo Silva e João Cancelo, afastou o Real Madrid com 2 vitórias, nos oitavos-de-final.

Na fase de Grupos, o 1.º lugar destacado.

O Lyon do guarda-redes Anthony Lopes deixou pelo caminho a Juventus de Cristiano Ronaldo - o grande ausente da decisºao em Lisboa - e na fase de grupos ficou em 2.º lugar com 8 pontos, mais 1 que Benfica e Zenit e a 3 do líder Leipzig.

Na próxima semana, nos dias 18 e 19 de agosto, as meias-finais.

O grande momento está marcado para 23 deste mês com a Final da Liga dos Campeões a ser jogada no Estádio da Luz.

Palmarés das 8 equipas participantes

Bayern e Barcelona são os únicos campeões ainda em prova.

PSG, Atalanta, Atlético de Madrid, Leipzig, City e Lyon procuram conquista inédita.

Atalanta: 1 Taça de Itália

Paris Saint Germain: 9 campeonatos, 13 Taças de França, 9 Taças da Liga, 8 Supertaças, 1 Taça das Taças, 1 Taça Intertoto

RB Leipzig: Fundado em 2009, o clube alemão é estreante nesta fase da prova.

Atlético de Madrid: 10 campeonatos, 10 Taças do Rei, 3 Supertaças de Espanha, 1 Taça das Taças, 3 Ligas Europa, 3 Supertaças UEFA, 1 Taça Intercontinental, 1 Taça Intertoto

FC Barcelona: 26 campeonatos, 30 Taças do Rei, 13 Supertaças de Espanha, 5 Taças/Liga dos Campeões, 4 Taças das Taças, 5 Supertaças UEFA, 3 Taças UEFA, 3 Mundiais de Clubes

FC Bayern Munique: 30 Campeonatos, 20 Taças da Alemanha, 7 Supertaças da Alemanha, 5 Taças/Liga dos Campeões, 1 Taça UEFA, 1 Taça das Taças. 1 Supertaça UEFA, 2 Taças Intercontinentais, 1 Mundial de Clubes

Manchester City: 6 Campeonatos, 6 Taças de Inglaterra, 6 Supertaças de Inglaterra, 7 Taças da Liga, 1 Taça das Taças

Olympique Lyon: 7 campeonatos, 5 Taças de França, 1 Taça da Liga, 8 Supertaças de França

Novos tempos, novas regras

Dadas as contingências da pandemia, a prova apresenta regras especiais:

- Ao contrário do que acontece normalmente, desta vez vai haver apenas uma mão entre cada uma das equipas, ou seja, cada jogo é a eliminar e, naturalmente, não há vantagem de golos fora de casa. Em caso de empate, há prolongamento e desempate por grandes penalidades.

- As equipas podem inscrever mais três jogadores para competir na prova, mas apenas se já fossem elegíveis a 3 de fevereiro, ou seja, contratações deste mercado de verão não podem participar. Um desses casos relaciona-se com Timo Werner, que jogava pelo RB Leipzig e foi vendido ao Chelsea, que agora não o pode inscrever.

- As equipas podem ter 23 jogadores na convocatória em vez de 18.

- Tal como aconteceu um pouco por todos os campeonatos de futebol, vão poder ser feitas cinco ao invés de três substituições durante o jogo, podendo ocorrer uma sexta se a partida for a prolongamento. As equipas só podem fazer as substituições em três períodos diferentes durante o jogo, para além de poderem fazê-lo durante o intervalo e entre o tempo regular e o prolongamento.

- A acumulação de cartões amarelos vai ser limpa a partir dos oitavos de final. A regra dita que a acumulação de três cartões amarelos por jogador levará à sua suspensão por um jogo, salvo algumas exceções.

Quartos-de-Final:

Atalanta/Paris Saint Germain (12 agosto, 20h00, Estádio da Luz)

RB Leipzig/Atlético de Madrid (13 agosto, 20h00, Estádio José Alvalade)

Barcelona/Bayern de Munique (14 agosto, 20h00, Estádio da Luz)

Manchester City/Lyon (15 agosto, 20h00, Estádio José Alvalade)

Meias-Finais:

Atalanta/Paris Saint Germain - RB Leipzig/Atlético de Madrid (18 agosto, 20h00, Estádio da Luz)

Barcelona/Bayern de Munique - Manchester City/Lyon (19 agosto, 20h00, Estádio José Alvalade)

Final

23 agosto, 20h00, Estádio da Luz

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de