Madrugada de festa. Braga saiu à rua para celebrar conquista da Taça de Portugal

Viveu-se uma espécie de São João antecipado nas principais ruas do centro de Braga, após a conquista da terceira Taça de Portugal do Sporting de Braga

Uma multidão de muitas centenas de adeptos reuniu-se no centro da cidade, em plena euforia, na Praça da República, e uma ruidosa caravana automóvel percorreu e entupiu muitas artérias bracarenses, antecipando em um mês o ambiente da grande festa da cidade, a noite de São João.

Depois de a Direção-Geral da Saúde (DGS) ter apelado durante a tarde de domingo para o cumprimento das medidas de prevenção da Covid-19, a esmagadora maioria das pessoas que foi para a rua festejar estava de máscara, mas já o distanciamento social não foi sempre cumprido.

Em nota publicada no 'site' oficial, a autoridade de saúde recomendou aos adeptos "que festejem em segurança, protegendo-se e protegendo quem os rodeia", apelando assim ao cumprimento do distanciamento físico e ao uso da máscara, bem como que se evitem ajuntamentos, defendendo celebrações no âmbito do "grupo restrito".

Logo após o apito final do jogo, que teve triunfo do Sporting de Braga sobre o Benfica, Fernando Silva e Almor Cardoso exultaram de felicidade.

"Já estávamos por cima quando foi a expulsão [do guarda-redes do Benfica, Helton Leite], depois foi um banho de classe, podíamos ter dado cinco!", atira Fernando.

Para Almor Cardoso, o grande obreiro do triunfo foi "toda a equipa".

"Com um excelente treinador, conseguem-se grandes resultados", atirou.

O Sporting de Braga conquistou, no domingo, a sua terceira Taça de Portugal, ao vencer o Benfica na final, disputada em Coimbra, por 2-0, com golos de Piazon e Ricardo Horta.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de