Mais três medalhas portuguesas nos Campeonatos do Mundo de atletismo adaptado

Lenine Cunha, Cristiano Silva Pereira e Inês Fernandes foram os medalhados desta quinta-feira.

Portugal arrecadou esta quinta-feira mais três medalhas nos Campeonatos do Mundo de atletismo para deficiência intelectual, que decorrem em Bydgoszcz, na Polónia, destacando-se o ouro de Lenine Cunha no heptatlo.

Ao segundo dia da competição, que se realiza até domingo, Portugal conquistou já nove medalhas e mantém a liderança coletiva em masculinos, agora com 45 pontos, à frente da França (44) e de Itália (21). No lado feminino, a equipa lusa está na quarta posição, com 23 pontos, a apenas um do terceiro classificado, a Polónia (24), e atrás ainda da Turquia (28) e França (34).

Lenine Cunha, depois de na jornada de quarta-feira se ter sagrado campeão do mundo de triplo salto, venceu o heptatlo com 2.960 pontos.

As medalhas de prata foram conquistadas, do lado masculino, por Cristiano Silva Pereira, nos 3.000 metros obstáculos, com o tempo de 11.19,98 minutos e, no setor feminino, por Inês Fernandes, no lançamento do martelo, com a marca de 36,50 metros.

Também no martelo, mas em masculinos, Domingos Magalhães, classificou-se na quarta posição, com a marca de 23,89 metros.

Nas meias-finais dos 200 metros femininos, Carina Paim foi apurada com o segundo melhor tempo, 26,77, e nos masculinos Igor Oliveira, conseguiu o apuramento com o tempo de 23,37. Carlos Freitas e Carlos Lima, com 24,39 e 23,93, ficaram fora da final.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de