"Mão pesada" nos castigos da FPF, nem o médico do Sporting escapou

O mapa de castigos divulgado pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol revela multas para Jorge Jesus, Sporting, FCP e o presidente do Arouca em jogos da terceira jornada da Liga.

O treinador do Sporting, Jorge Jesus, foi punido esta terça-feira com uma multa de 765 euros, por protestos para com a equipa de arbitragem no 'clássico' da I Liga de futebol frente ao FC Porto.

Expulso durante a segunda parte da partida da terceira jornada, que os 'leões' ganharam por 2-1, Jorge Jesus foi multado com base no artigo 140.º. do Regulamento de Disciplina da Liga, que não prevê qualquer suspensão, exceto caso seja alvo de um inquérito disciplinar que assim o determine.

Também o Sporting foi multado em 9.372 euros, por casos distintos na mesma partida: 7.650 euros devido ao arremesso de objetos para dentro do campo e 1.722 euros por comportamento incorreto do público. Esta conduta motivou também uma multa de 1.148 euros ao FC Porto.

O mesmo mapa dá conta de uma outra multa de 357 euros aplicada aos 'leões', mas relativa à partida da quinta jornada da II Liga, a da receção do Sporting B ao Vizela, por incumprimento de deveres impostos pelo regulamento.

De acordo com o mapa de castigos, o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol teve também "mão pesada" para com o médico 'leonino' Frederico Varandas, expulso no mesmo momento que Jorge Jesus. Varandas foi suspenso por 30 dias e terá que pagar uma multa de 1.913 euros, ao abrigo do artigo 136, relativo à lesão da honra e da reputação dos agentes desportivos.

Por seu turno, o presidente do Arouca, Carlos Pinho, foi castigado com 10 dias de suspensão por protestos contra a arbitragem na visita ao Vitória de Setúbal.

O dirigente dos arouquenses, que saíram derrotados por 2-0 diante dos sadinos, domingo, foi punido ao abrigo do artigo 140 do Regulamento de Disciplina da Liga, tendo-lhe valido, também, uma multa de 765 euros.

Os setubalenses, por sua vez, foram multados em 1.760 euros, sendo que 612 foi por atraso no início da partida e 1.148 por comportamento incorreto do público.

No mapa de castigos do Conselho de Disciplina, apenas um jogador da I Liga foi suspenso, neste caso, o brasileiro Alisson, do Estoril-Praia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de