Marcelo diz que Fernando Gomes "marcou o futebol português"

O Presidente da República diz que o antigo futebolista "foi determinante na afirmação de Portugal fora das nossas fronteiras".

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou este sábado que o antigo avançado internacional português Fernando Gomes, que morreu aos 66 anos, "marcou o futebol português" e "foi determinante na afirmação" do país no estrangeiro.

"Fernando Gomes marcou o futebol português numa época de que me recordo bem, e os portugueses recordam-se bem, os mais jovens recordam-se menos, porque foi determinante na afirmação de Portugal fora das nossas fronteiras", defendeu o chefe de Estado, que falava aos jornalistas depois de ter participado na cerimónia de Juramento de Hipócrates da região Sul, em Lisboa.

Marcelo Rebelo de Sousa apontou que Fernando Gomes, vencedor de duas Botas de Ouro e melhor marcador da história do FC Porto, "não só teve muito sucesso interno, mas levou o sucesso interno, através do seu clube e através da equipa portuguesa, ao estrangeiro".

"Isso foi muito importante", defendeu.

O Presidente da República recordou o jogador de futebol como "um grande marcador de golos" e "um grande avançado", que "foi à sua maneira um grande líder na sua equipa e nas equipas onde jogou, nomeadamente também na seleção nacional, porque era muito objetivo, muito determinado, muito rápido".

"E nesse sentido nós estamos agradecidos, agora que nos deixa, pelas boas recordações que estão no nosso espírito, mais daqueles que eram do seu clube, mas em geral todos os portugueses", salientou Marcelo Rebelo de Sousa.

O antigo avançado internacional português Fernando Gomes, vencedor de duas Botas de Ouro e melhor marcador da história do FC Porto, morreu hoje aos 66 anos, devido a doença prolongada, revelaram os campeões nacionais de futebol.

Em comunicado publicado no seu sítio oficial na Internet, os 'azuis e brancos' expressam "enorme tristeza e consternação" pelo falecimento do ex-dianteiro, que somou 452 jogos, 355 golos e 14 títulos nas duas passagens pelo clube da sua cidade-natal (1974-1980 e 1982-1989), além das distinções de 'artilheiro' das Ligas europeias (1982/83 e 1984/85).

Vogal da direção do FC Porto para a formação, Fernando Gomes esteve recentemente internado num hospital do Porto, com o clube a manifestar "luto pela perda de uma das suas maiores figuras", além de "sentidas condolências à família, amigos e admiradores".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de