Mário Branco: "PAOK ganha alguma vantagem contra o Benfica por ter Abel Ferreira"

É português e um dos principais responsáveis pela construção do plantel do PAOK. Deixou há poucos meses o cargo de diretor desportivo da equipa grega. Em entrevista à TSF, analisa o adversário do Benfica na 3.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

Mário Branco, antigo diretor desportivo do PAOK, atribui o favoritismo ao Benfica mas avisa que a equipa portuguesa não vai ter vida fácil.

"É sempre um jogo fora de casa, uma mão apenas, um clima também diferente, com uma humidade relativa alta, acaba sempre por ser um jogo difícil", começa por dizer o antigo dirigente dos gregos em entrevista à TSF.

O jogo vai ser realizado sem público nas bancadas, tornando no plano teórico o jogo menos complicado para o Benfica: "Não é mais simples, mas será com certeza menos complicado. Vai permitir uma maior concentração competitiva da parte dos jogadores do Benfica por não se deixarem dispersar com o barulho dos adeptos. Penso que vai fazer alguma diferença mas os jogadores encarnados são também muito experientes."

"O PAOK é treinado por Abel Ferreira, penso que os gregos ganham alguma vantagem por isso. O Abel já defrontou no passado Jorge Jesus em diferentes equipas, conhece bem o futebol português e isso queima etapas", antevê o ex-diretor desportivo do adversário das águias.

Sobre o valor dos gregos, Mário Branco não tem dúvidas de que há qualidade para dificultar a vida ao Benfica: "É uma equipa que joga com três defesas centrais e dois laterais muito projetados, essencialmente o lateral esquerdo Giannoulis que é internacional grego e o jogo carrila muito por aí com muita qualidade. Na frente, há atacantes com muita mobilidade. É o caso do Chuba Akpom [ex-Arsenal], o Pelkas que jogou em Portugal pelo Vitória de Setúbal e também do jovem Tzolis que ainda é junior este ano mas que já é uma das figuras da equipa."

Ainda assim, acredita Mário Branco, o favoritismo está do lado do Benfica.

O jogo está marcado para as 19h00 (hora de Portugal Continental) no Estádio Toumba, tem arbitragem do alemão Felix Brych e relato na TSF.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de