Melanie Santos vice-campeã do mundo de triatlo em sub-23

A portuguesa Melanie Santos terminou este sábado na segunda posição a prova de sub-23 do Mundial de triatlo, em Roterdão, a 16 segundos da vencedora, a norte-americana Tamara Gorman.

Melanie Santos concluiu os 1500 metros de natação, 40 quilómetros de bicicleta e 10 de corrida em 02:05.37 horas, a 16 segundos da campeã do mundo e com 14 segundos de vantagem sobre a britânica Sophie Coldwell, que ocupou o último lugar do pódio.

"Fiquei muito satisfeita. Foram meses de muito trabalho para chegar a este dia e correr tudo bem. Não tive um início de época muito bom por isso não foi nada fácil de ir ao 'fundo' e vir cá a cima outra vez. Não tinha pressão nenhuma para a prova e por isso só tinha que competir o mais forte que conseguia", afirmou Melanie Santos, em declarações à agência Lusa.

A triatleta natural reconheceu que a medalha de prata lhe confere mais motivação para os desafios futuros. "Senti-me sempre muito forte durante a prova o que me deixa muito contente e ainda mais ambiciosa para as próximas provas. Este resultado significa muito. Treino em grupo e quando vejo que o trabalho, tanto meu como dos meus colegas, tem frutos, fico muito feliz", rematou.

Nesta etapa final do Mundial de triatlo de elites, cuja prova serve para atribuir os títulos mundiais de juniores e sub-23, a outra representante lusa, Helena Carvalho, terminou no 27.º lugar, em 02:13.03 horas.

Vasco Vilaça segundo na prova de juniores

O atleta português terminou hoje na segunda posição a prova de juniores do Mundial de triatlo, em Roterdão, em 56.22 horas, mais 28 segundos do que o campeão do mundo, o australiano Matthew Hauser.

Vasco Vilaça, detentor do título europeu, conquistou a medalha de prata, com 13 segundos de vantagem sobre o britânico Bem Dijkstra, terceiro classificado, que cumpriu a prova em 56.35.

Nesta etapa final do Mundial de triatlo de elites, cuja prova serve para atribuir os títulos mundiais de juniores e sub-23, Tiago Fonseca concluiu os 750 metros de natação, 20 quilómetros de bicicleta e cinco de corrida no 21.º posto, em 57.45 horas, enquanto Ricardo Batista abandonou após o setor da natação.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados