Miguel Cal abandona cargo de administrador executivo da SAD do Sporting

O Conselho de Administração do Sporting fica assim reduzido ao presidente Frederico Varandas, a Francisco Salgado Zenha e a João Sampaio.

O administrador executivo da SAD do Sporting, Miguel Cal, abandonou o cargo. O Sporting comunicou à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que esta decisão se deve a motivos pessoais.

Miguel Cal era um administrador executivo remunerado e vai seguir a atividade profissional noutra empresa. Na SAD do Sporting, tinha os pelouros estratégico, de marketing e operacional. Com esta decisão, já comunicada à CMVM, Miguel Cal fica a partir de agora apenas com a pasta da internacionalização do clube, numa parceria sem exclusividade com os leões.

Após esta saída, o Conselho de Administração do Sporting fica reduzido ao presidente Frederico Varandas, a Francisco Salgado Zenha e a João Sampaio. Já Nuno Correia da Silva é administrador não-executivo, a representar a empresa Holdimo, de Álvaro Sobrinho.

Recorde-se que Frederico Varandas está, neste momento, de regresso à vida militar como médico, depois de ter sido declarado o estado de emergência em Portugal devido à pandemia da Covid-19.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de