Miguel Oliveira sofreu queda nos treinos livres do GP da Estíria

A RC16 derrapou com a roda traseira e atirou com o piloto português ao ar, que ficou sentado na escapatória, queixoso. Miguel Oliveira "não sofreu qualquer fratura", tendo ficado apenas dorido da queda.

O piloto português Miguel Oliveira (KTM) teve de passar esta sexta-feira pelo centro médico do circuito Red Bull Ring de Spielberg, depois de uma queda sofrida no traçado austríaco, que domingo recebe a 10.ª prova do Mundial de MotoGP.

O piloto luso terminou a primeira sessão de treinos livres com o 15.º tempo, a 1,433 segundos do mais rápido da jornada, o japonês Takaaki Nakagami (Honda).

Numa altura em que abriu o acelerador da sua KTM, na passagem pela curva três, a RC16 derrapou com a roda traseira e atirou com o piloto português ao ar, que ficou sentado na escapatória, queixoso.

Segundo revelou à agência Lusa a assessoria de imprensa da KTM, Miguel Oliveira "não sofreu qualquer fratura", tendo ficado apenas dorido da queda.

Com as previsões meteorológicas a indicarem possibilidade de mau tempo ao longo do fim de semana, especialmente no domingo de corrida, os pilotos estão avisados para tentarem estar o mais à frente possível nas sessões de treinos livres, de forma a entrarem diretamente na segunda fase da qualificação (Q2), para a qual se apuram diretamente os dez mais rápidos dos treinos livres.

Nota ainda para o 10.º lugar do espanhol Dani Pedrosa (KTM), que regressa à competição nesta prova como convidado, três anos depois de ter terminado a carreira.

O GP da Estíria de Moto GP é a 10.ª prova da temporada.

Miguel Oliveira chega a esta ronda, que marca o início da segunda metade da temporada, na sétima posição do campeonato, com 85 pontos, a 71 do líder, o francês Fábio Quartararo (Yamaha).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de