Moreirense recusa pedido do Santa Clara para adiar jogo da I Liga

Na terça-feira, o Santa Clara anunciou que 10 elementos do clube, incluindo nove jogadores, tinham testes positivos para o coronavírus, contexto que disponibilizou apenas 14 jogadores para a vitória obtida no terreno dos eslovenos do Olimpija Ljubljana.

O Moreirense recusou o pedido do Santa Clara para adiar o jogo de domingo entre ambos, da segunda jornada da I Liga de futebol, devido ao surto de Covid-19 nos açorianos, informaram hoje os minhotos.

"Na manhã de hoje, pelas 09h45, o presidente do Conselho de Administração da Moreirense SAD comunicou via telefone ao presidente do Conselho de Administração da Santa Clara Açores - Futebol, SAD que lamentava não poder aceder ao pedido de adiamento", lê-se em comunicado publicado na página oficial dos 'cónegos' na Internet.

Na terça-feira, o Santa Clara anunciou que 10 elementos do clube, incluindo nove jogadores, tinham testes positivos para o coronavírus, contexto que disponibilizou apenas 14 jogadores para a vitória obtida no terreno dos eslovenos do Olimpija Ljubljana (1-0), adversário que já havia derrotado na primeira mão (2-0), nos Açores, na terceira pré-eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga Conferência Europa.

"Pretende a Santa Clara Açores - Futebol, SAD competir como competiu esta quinta-feira com sucesso e na próxima quinta-feira a contar para o play-off da Liga Conferência Europa, mas adiar o jogo a contar para a I Liga. A calendarização dos jogos e o constrangimento provocado pela sobrecarga dos mesmos era conhecida das sociedades em competição", prossegue a nota da administração liderada por Vítor Magalhães.

O surto de Covid-19 motivou os insulares a intercederem junto da direção da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) e do Moreirense, que recebeu na quarta-feira por correio eletrónico o pedido de adiamento do jogo da segunda ronda da I Liga.

"A Moreirense SAD dirigiu email para a Santa Clara Açores - Futebol, SAD contendo a informação já anteriormente transmitida, ou seja, não poder nesta data e perante estas concretas circunstâncias aceder ao pedido, sem prejuízo de se adotarem outras medidas que alterações supervenientes (mormente evolução do foco de infeções) exijam", frisa.

Os minhotos lembraram ainda a derrota sofrida no terreno do Rio Ave (2-0), em 31 de outubro de 2020, à sexta jornada da edição 2020/21 do campeonato, quando competiram "apenas com um guarda-redes e cinco atletas no banco, sem pontas de lança ou equipa técnica", devido a idêntico surto de Covid-19, que suspendeu as atividades do clube.

"Esta sociedade apenas viu a sua sétima jornada [receção ao Paços de Ferreira] reagendada de véspera, quando o foco de infeção se havia alastrado a todos os restantes atletas que compunham o plantel, com exceção de dois", termina o comunicado.

Santa Clara e Moreirense, ambos sem pontos conquistados na estreia, defrontam-se no domingo, às 19h30, no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada, nos Açores, em duelo da segunda jornada da I Liga, com arbitragem de David Silva, da associação do Porto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de