Morreu Abrantes Mendes, antigo dirigente e candidato à presidência do Sporting

Sporting lamenta desaparecimento do "sportinguista convicto" a quem agradece os "anos de dedicação e sentida devoção ao clube".

Sérgio Abrantes Mendes, juiz desembargador, antigo presidente da Mesa da Assembleia Geral (MAG) do Sporting e duas vezes candidato à presidência dos 'leões', morreu na quarta-feira, aos 68 anos, vítima de doença, confirmou esta quinta-feira o clube.

Natural de Lisboa, foi juiz desembargador no Tribunal da Relação de Évora, jubilado em 2015, tendo presidido à MAG 'leonina' durante a presidência de Jorge Gonçalves, cuja direção dissolveu, por falta de quórum, em 18 de maio de 1989, menos de um ano depois de ter sido eleita, em 24 de junho de 1988.

Depois, liderou candidaturas às eleições de 28 de abril de 2006, vencidas por Filipe Soares Franco, com 74,2% dos votos, contra 25,3 de Abrantes Mendes -- Guilherme Lemos teve 0,3% --, menos expressivo foi o resultado alcançado em 26 de março de 2011, com 1,95% dos votos no ato eleitoral que elegeu Luís Godinho Lopes (36,55%) frente a Bruno de Carvalho (36,15%), Dias Ferreira (16,54%) e Pedro Baltazar (8,8 %).

Filho do antigo futebolista internacional António Abrantes Mendes, que ficou conhecido como o 'Avançado Doutor' e jogou um total de 11 temporadas pelo Sporting, entre os anos de 1923 e 1939.

António Sérgio da Silva Abrantes Mendes foi praticamente até à sua morte uma voz presente na comunicação social sobre a vida do Sporting, tendo integrado o extinto Conselho Leonino.

"Sportinguista convicto e uma presença ativa no clube, Abrantes Mendes herdou do pai, António Abrantes Mendes, a paixão pelo Sporting. Aos familiares e amigos, o Sporting endereça as mais sentidas condolências, enaltecendo e agradecendo os anos de dedicação e sentida devoção ao clube", lê-se na mensagem de condolências do emblema lisboeta.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de