Morreu Gento, "uma das maiores lendas" do Real Madrid e do futebol mundial

O antigo futebolista disputou 600 jogos pelo Real Madrid, tendo assinado 182 golos. Morreu aos 88 anos.

O antigo futebolista espanhol Francisco Gento, vencedor de seis Taças dos Clubes Campeões Europeus, morreu esta terça-feira, aos 88 anos, informou o Real Madrid.

Paco Gento vestiu a camisola 'blanca' durante 18 temporadas, entre 1953 e 1971, nas quais conquistou seis Taças dos Clubes Campeões da Europa e 12 campeonatos espanhóis -- sendo o recordista de troféus nestas duas competições --, duas Taças do Rei e uma Taça Intercontinental.

"O Real Madrid, o seu presidente e direção lamentam profundamente o falecimento de Francisco Gento, presidente honorário do Real Madrid e uma das maiores lendas do nosso clube e do futebol mundial", lê-se no comunicado do emblema 'merengue'.

Em declarações à TSF, Paco Buyo, ex-guarda-redes do Real Madrid, lamenta que a UEFA e FIFA, não tenham dado mais atenção a um jogador que bateu recordes como a conquista de títulos da Taça dos Campeões Europeus.

Nascido em Guarnizo, na Cantábria, em 21 de outubro de 1933, Gento, um extremo esquerdo puro, disputou 600 jogos pelo Real Madrid, tendo assinado 182 golos.

Gento, que marcou cinco golos nas 43 vezes que vestiu a camisola da seleção espanhola, tendo disputados os Mundiais de 1962 e 1966, iniciou a carreira no Racing Santander, em 1952/53, tendo, na época seguinte, rumado ao Real Madrid.

Depois de terminar a carreira, treinou vários clubes de divisões inferiores, como o Real Madrid Castilla, o Castellón, o Palencia e o Granada.

Em 2016, dois anos após a morte de Alfredo Di Stéfano, foi nomeado presidente honorário do clube espanhol.

Em declarações à TSF, Francisco Buyo, ex-guarda-redes do Real Madrid, lamenta que a UEFA e FIFA, não tenham dado mais atenção a um jogador que bateu recordes como a conquista de títulos da Liga dos Campeões.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de