Mourinho com a mesma ambição de sempre: "é para ganhar"

Na véspera da Supertaça Europeia, o treinador português do Manchester United não tem dúvidas que o "campeão europeu [Real Madrid] é mais forte que o vencedor da Liga Europa", mas quer vencer.

A Supertaça Europeia é dos únicos títulos que falta a José Mourinho, embora o técnico português considere que, a nível europeu, é o menos importante: "se a competição europeia que me faltasse fosse a 'Champions' era duro. Sendo a Supertaça Europeia é a menos importante. E, assim, já não é tão dramático".

Apesar da importância, ou não, Mourinho avisa que entra em qualquer jogo para "ganhar sempre".

José Mourinho vai reencontrar a sua anterior equipa e garante que não guarda qualquer tipo de ressentimento: "saí do Real Madrid com tranquilidade porque dei tudo pelo clube. Por isso, não senti necessidade de lavar roupa suja. Tenho relação com alguns jogadores, com outros não, mas não tenho problemas com ninguém. Se perguntarem pelos meus jogadores do Chelsea, Inter ou FC Porto é igual. Antes ou depois do jogo, se nos encontrarmos no túnel, saudarei todos".

Sobre o passado, o setubalense fez questão de referir que havia um Real antes e depois com Mourinho. "Com toda a sua incrível história, o Real Madrid nem cabeça de série da 'Champions' era. Era uma equipa que nem dos quartos-de-final passava, nem os jogadores mais importantes tinham alguma vez jogado uns quartos de final", analisou o Special One.

"Quando eu saí, o Real era uma equipa que já tinha jogado três meias-finais da Liga dos Campeões consecutivas, passou a ser cabeça de série, foi campeão de Espanha, superando uma grande equipa como era o Barcelona", recorda.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de