"Muito cuidado em Sevilha. É uma zona vermelha para o coronavírus"

Declarações do primeiro-ministro belga contrastam com apelo de Ferro Rodrigues.

Alexander de Croo, o primeiro-ministro belga, teme que os adeptos que se desloquem para a capital da Andaluzia para assistir ao encontro entre a Bélgica e Portugal contraiam a doença em Sevilha e, por isso mesmo, sublinha que quem viaja para uma zona vermelha deve respeitar as regras e ter muito cuidado.

"Sevilha ainda é uma zona vermelha hoje. Qualquer pessoa viajando para uma zona vermelha deve respeitar as regras. Eu prefiro ser cauteloso", afirmou após o primeiro dia da reunião do Conselho Europeu em Bruxelas.

Declarações que contrastam com o apelo de Eduardo Ferro Rodrigues, que está a gerar polémica. No final do jogo entre Portugal e França, ainda no calor do apuramento português, o presidente da Assembleia da República apelou à deslocação em massa de adeptos portugueses até Sevilha.

Palavras que levaram depois o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, a sair em defesa de Ferro Rodrigues ao afirmar que, por aquilo que entendeu, o presidente do Parlamento estava a pensar apenas naqueles que puderem ir respeitando todas as regras.

Já esta sexta-feira, o presidente da Assembleia da República encerrou a sessão plenária com votos de bom fim de semana aos deputados, "os que puderem em Sevilha", onde decorrerá o jogo de Portugal do Euro 2020.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de