"Não vale a pena antecipar favoritos. É um grupo muito consistente"

Fernando Santos lembra que as equipas estão em mudança constante e, após o sorteio da Liga das Nações, sublinha que a prova será disputada em duas janelas muito difíceis.

O selecionador nacional, Fernando Santos, considera que o grupo de Portugal na Liga das Nações é muito consistente. A equipa portuguesa vai defrontar a República Checa, a Suíça e a Espanha.

"Não vale a pena antecipar favoritos ou favoritismos ou o que quer que seja porque até lá muita coisa vai mudar. As equipas estão em mudanças também, o que é perfeitamente normal. É um grupo consistente, muito consistente", disse Fernando Santos em declarações ao Canal 11 após o sorteio realizado em Nyon, na Suíça.

Fernando Santos considera que a Liga das Nações é uma prova muito "menos previsível". Será disputada em junho e em setembro do próximo ano, por isso, alerta o selecionador, coincide com o final de época e o início da nova temporada.

"Depende muito de como se chegar a essa altura, principalmente porque são duas janelas normalmente muito difíceis", sublinha o selecionador, destacando que os jogadores portugueses atuam nos grandes clubes da Europa que lutam pelos principais títulos internos e a nível europeu.

Portugal venceu a primeira edição da Liga das Nações em 2019, na final disputada no Dragão, frente aos Países Baixos. Na última edição, a seleção nacional ficou pelo caminho, tendo sido afastada pela congénere francesa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de