Nelson Évora felicita Pichardo pela quarta medalha portuguesa

Pichardo assegurou a primeira medalha de ouro para Portugal em Tóquio 2020, depois da de prata de Patrícia Mamona na prova feminina do triplo salto e das de bronze do judoca Jorge Fonseca e do canoísta Fernando Pimenta.

O português Nelson Évora, campeão no triplo salto em Pequim 2008, felicitou esta quinta-feira o compatriota Pedro Pablo Pichardo pela conquista da medalha de ouro na mesma especialidade nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, a quarta de Portugal na competição.

"Muitos parabéns, Pedro", lê-se na publicação temporária de Nelson Évora, na sua página oficial na rede social Instagram, acrescentando "bingo para Portugal", aludindo à conquista da quarta medalha lusa, uma de ouro, uma de prata e duas de bronze, em Tóquio 2020.

Com um salto de 17,98 metros, estabelecendo um novo recorde nacional, Pichardo tornou-se no quinto português a sagrar-se campeão olímpico, o primeiro desde 21 de agosto de 2008, quando Nelson Évora, que na terça-feira falhou a qualificação para a final desta quinta-feira, arrebatou o título, em Pequim.

Carlos Lopes, Rosa Mota e Fernanda Ribeiro são os outros portugueses que conquistaram medalhas de ouro em Jogos Olímpicos, na maratona, em Los Angeles 1984 e Seul 1988, e nos 10.000 metros, em Atlanta 1996, respetivamente.

Pichardo assegurou a primeira medalha de ouro para Portugal em Tóquio 2020, depois da de prata de Patrícia Mamona na prova feminina do triplo salto e das de bronze do judoca Jorge Fonseca (-100 kg) e do canoísta Fernando Pimenta (K1 1.000).

O atleta natural de Cuba, de 28 anos, efetuou o seu melhor salto, de 17,98 metros, à terceira tentativa, e bateu o seu recorde nacional por três centímetros, impondo-se ao chinês Yaming Zhu, com 17,57, e ao burquinense Fabrice Zango, com 17,47, que conquistaram as medalhas de prata e de bronze, respetivamente.

MAIS SOBRE TÓQUIO 2020

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de