Nelson Oliveira acredita que "nada é impossível, basta acreditar"

O ciclista natural de Anadia mostra-se ambicioso para as terceiras olimpíadas da carreira e pretende melhorar o registo de há cinco anos, no Rio de Janeiro, onde foi 7.º classificado no contrarrelógio.

Nelson Oliveira, da equipa Movistar, vai tornar-se, aos 32 anos, no primeiro corredor português a estar em três edições de Jogos Olímpicos, depois de ter disputado as provas de fundo e os 'cronos' em Londres2012 e no Rio2016, tendo como melhor resultado o sétimo lugar no exercício individual no Brasil.

Para Tóquio2020, o objetivo passa por "melhorar o resultado do Rio2016", mas nunca se pode "deixar de pensar numa medalha, trabalhamos muito para isso", referiu, em entrevista à TSF.

Nelson Oliveira junta-se a João Almeida na comitiva lusa. Ambos vão participar nas duas provas de ciclismo de estrada, a de fundo, no primeiro dia dos Jogos Tóquio2020, a 24 de julho, e a de contrarrelógio, no dia 28 de julho.

Na contagem decrescente para a entrada em cena nos Jogos Olímpicos, Nelson Oliveira revela que a dupla que representa Portugal no ciclismo, "se preparou a 100%, tendo como objetivo trazer um Diploma, se depois vier algo melhor será com muito gosto. Sabemos que a concorrência é forte, os adversários são de muita qualidade, mas contem connosco, nada é impossível, basta acreditar que as coisas boas se podem concretizar. Trabalhamos bastante para estar nas melhores condições neste Jogos e esperamos agora que o trabalho árduo que fizemos até aqui seja recompensado", acredita o ciclista bairradino.

Em Tóquio, a prova de ciclismo promete muita dureza ao pelotão. No ano passado, Nelson Oliveira já teve oportunidade de reconhecer o percurso, antevendo que o traçado de estrada "seja bastante duro, praticamente não tem plano, apresentando umas montanhas que surgem quando já foram percorridos muitos quilómetros. Depois as condições climatéricas que vamos encontrar também não vão ajudar, as temperaturas e a humidade altas vão dificultar. Vai ser muito duro, mais parece uma prova por etapas", antevê Nelson Oliveira.

Esta temporada já leva pedalados 6364 quilómetros, destacando-se a participação no Giro de Itália, onde foi 35.º classificado. Nelson Oliveira garante que se vai apresentar nos Jogos Olímpicos em boas condições físicas, "sinto-me bem, programei toda a minha época para estar nos Jogos na melhor forma possível e creio que está a ser bem conseguido. Fiz o Giro para ganhar ritmo e endurance, tendo feito ultimamente um trabalho mais específico, estou bem", garante o corredor da Movistar, que, pela terceira vez na carreira, participa nos Jogos Olímpicos.

MAIS SOBRE TÓQUIO 2020

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de