Humilhação histórica na Luz. Bayern arrasa Barcelona e está nas meias-finais da Champions

Campeões alemães arrasaram o conjunto blaugrana, marcando oito golos num jogo disputado no Estádio da Luz. Bayern está nas meias-finais da prova.

O Bayern de Munique humilhou o Barcelona ao golear o conjunto catalão por 2-8, garantindo assim a presença nas meias finais da Liga dos Campeões. No jogo cartaz dos quartos de final da Champions, disputado no Estádio da Luz, em Lisboa, Mueller (bis), Gnabry, Kimmich, Lewandowski e Coutinho (bis) marcaram para os bávaros, Alaba (auto-golo) e Suarez apontaram os golos catalães.

No terceiro encontro dos quartos-de-final da Champions estava reservado um duelo de gigantes. Pela história de ambas as equipas, o espetáculo estava garantido. O Barcelona, que ficou àquem das expectativas, ao perder o campeonato na reta final da La Liga, tinha de dar o tudo por tudo pela conquista da Liga dos Campeões. Mas pela frente, tinha uma equipa sensação: os alemães do Bayern chegavam a Lisboa com vários títulos e recordes na mão.

O encontro prometia e os golos apareceram cedo. Num ritmo eletrizante, o marcador foi inaugurado logo aos quatro minutos. Perisic subiu no lado direito do ataque bávaro e encontrou Mueller. O internacional alemão tabelou com Lewandowski e apontou o primeiro golo do jogo.

Mas, aos sete minutos, o Barça chegou-se à baliza de Neuer e empatou o encontro. Alba fugiu pela esquerda, tentou o cruzamento para Suarez e, na tentativa do corte, Alaba colocou a bola no fundo das redes da própria baliza, empatando o encontro.

O Barcelona foi à procura da vantagem e, aos nove minutos, apareceu Messi. O craque argentino cruzou para a área, a bola não sofreu qualquer desvio, apesar da presença forte dos blaugrana junto à baliza, e foi embater no poste de Neuer. Ficou o aviso.

Aos 22 minutos, e novamente pelo lado esquerdo do ataque, o Bayern conseguiu colocar-se novamente em vantagem no marcador. Perisic surgiu na área sem marcação e fuzilou Ter Stegen.

O jogo estava eletrizante e o Bayern exercia uma forte pressão no meio campo adversário. E o terceiro golo chegou mesmo. Goretzka descobriu Gnabry para o terceiro.

O Barcelona sentiu os golos e o Bayern aproveitou. Kimmich soltou-se da desmarcação e Mueller apareceu na área para bisar. O conjunto bávaro goleava à meia hora de jogo.

Para a segunda parte, o treinador do Quique Setien quis, obviamente, mudar a equipa, promovendo a entrada do francês Griezmann.

Aos 51 minutos, o Bayern apareceu novamente junto à baliza adversária e Lewandowski introduziu a bola na baliza, mas o jogo foi anulado por fora de jogo.

Mas o Barcelona acordou. Foi pelo lado esquerdo que Messi descobriu Griezmann. O francês serviu Suarez, que trocou as voltas aos adversários e reduziu a desvantagem.

O Bayern não se encolheu e não desistiu. O menino de ouro Alphonso Davies pegou na bola e passou por todos. Os jogadores experientes do Barcelona não tiveram capacidade para travarem a irreverência do jovem canadiano. Davies apareceu na cara de Ter Stegen, servindo Kimmich para o quinto golo da noite dos campeões da Bundesliga.

Para o fim, o conjunto bávaro ainda apontou dois golos: Lewandowski, o melhor marcador do futebol europeu, apontou o seu 54.ª golo da temporada. Logo a seguir, Messi perdeu a bola. Mueller serviu Coutinho e o brasileiro, emprestado pelo Barça, marcou à equipa com quem tem contrato.

O internacional canarinho não se ficou por aqui. O Barça já não reagia, olhava para o relógio e desejava o apito final. E ainda viu Coutinho apontar o oitavo golo da noite.

Onze do Barcelona: Ter Stegen; Nélson Semedo, Piqué, Lenglet e Jordi Alba; Sergi Roberto, Busquets, Vidal e de Jong; Messi e Suárez.

Onze do Bayern: Neuer; Kimmich, Boateng, Alaba e Davies; Goretzka, Thiago Alcantara, Gnabry, Muller e Perisic; Leeandowsk.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de