Nuno Sousa lamenta que haja sócios do Sporting impedidos de votar

Confiante numa vitória, o candidato realça o mérito da sua campanha e deixa críticas a Frederico Varandas.

Nuno Sousa, candidato da lista C às eleições do Sporting, lamentou este sábado que haja muitos sócios 'leoninos' impedidos de votar por não terem recebido o boletim de voto por correspondência de forma atempada.

"É pena que muitos sócios por correspondência não tenham recebido o seu boletim de voto e é uma coisa que não pode acontecer, este tipo de supressão de voto que impede os sócios de votar. Estamos a deixar fora deste ato eleitoral 15 ou 20 mil sportinguistas, o que é uma pena", lamentou o candidato.

Confiante numa vitória, o candidato realçou o mérito da sua campanha e deixou críticas a Frederico Varandas, candidato da lista A e atual presidente dos 'leões'.

"Estamos cheios de energia, muito contentes por estar aqui e muito orgulhosos pelo tipo de campanha que fizemos. Quanto ao resultado, espero a vitória, obviamente. Ninguém se apresenta para perder. Estou sempre confiante e já foi alcançada uma grande vitória, ao ter contactado com os sportinguistas, com debates, entrevistas e transparência, que houve um candidato que não quis, talvez por hoje estar sentado na cadeira do poder", acusou o candidato da lista C.

Sobre a recompra dos Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis (VMOC) detidos pelo banco Millenium BCP, garantindo a maioria do capital social da SAD e anunciada pela atual direção no último dia de campanha, Nuno Sousa evidenciou as contradições no percurso delineado por Frederico Varandas.

"A ser verdade, fico muito feliz, pois era uma das nossas grandes questões para este mandato e Frederico Varandas acabou por nos dar razão ao assumir que era uma das promessas eleitorais", terminou o candidato.

Os sócios do Sporting escolhem hoje o presidente do Sporting, numa eleição a que concorrem o atual líder, Frederico Varandas, à procura do segundo mandato, Nuno Sousa e Ricardo Oliveira.

As eleições, marcadas para a primeira data disponível, vão decorrer no Pavilhão João Rocha, em Lisboa, entre as 09:00 e as 20:00, meia hora antes do Sporting-Arouca, da I Liga de futebol, começar, já depois de os sócios de fora da Área Metropolitana de Lisboa terem tido oportunidade de votar por correspondência.

Os sócios vão votar para uma lista única, que engloba os três órgãos sociais do clube, Mesa da Assembleia Geral (MAG), Conselho Diretivo (CD) e Conselho Fiscal e Disciplinar (CFD) e respetivos presidentes.

Varandas manteve grande parte da equipa na lista A, mas 'subiu' os vice-presidentes João Eduardo Palma e João Teives Henriques como candidatos à MAG e ao CFD.

Ricardo Oliveira lidera a lista B, e o atual presidente da Federação Portuguesa de Padel traz Miguel Frasquilho, antigo presidente da TAP e da AICEP, como candidato ao CFD, com o advogado Luís Natário em concurso à liderança da MAG.

Na lista C, Nuno Sousa é o candidato a presidente do clube e João Gaspar, antigo assessor de João Rocha, à MAG, com Pedro Neto Domingos a avançar para o CFD.

O Sporting conta com cerca de 54 mil sócios com as quotas em dia para poderem votar nas eleições durante o dia de hoje, em que o clube campeão nacional de futebol defronta o Arouca, pelas 20h30.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de