"Pum, pum, pum, Jonas Pistolas!". O relato dos golos da Supertaça

Primeiro foi Jonas, e depois Seferovic. Raphinha disse calma, alertando que também estava ali, reduziu o marcador e deixou o Vitória vivo. Perto do final, Raúl acabou com a história.

O Benfica vence a sétima Supertaça em... 19 presenças. Esta é a primeira vez que os lisboetas, atuais campeões nacionais, conseguem ganhar duas edições da Supertaça Cândido de Oliveira consecutivas. O Benfica já vencia por 2-0 aos 11', com golos de Jonas e Seferovic. Raphinha reduziu antes do intervalo, deixando o Vitória vivo. Raúl Jiménez entrou aos 81' e dois minutos depois assinou o 3-1.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de