Operação do SEF deteta 10 futebolistas ilegais. Há três arguidos constituídos

Investigação analisou 502 atletas, dos quais 194 estrangeiros.

Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) constitui três arguidos e identificou 10 atletas em situação irregular no país, no seguimento de uma operação que decorreu nos distritos de Aveiro, Coimbra, Leiria, Guarda, Viseu e Castelo Branco durante a última semana

Durante a fiscalização, que incidiu sobre 26 clubes de futebol, o SEF detetou 10 jogadores em situação irregular, tendo nove sido notificados para abandono voluntário do país, no prazo de 20 dias.

No decorrer da operação, levada a cabo na última semana, foram efetuadas buscas domiciliárias na residência de um agente desportivo, que foi constituído arguido por auxílio à imigração ilegal e falsificação de documentos, tendo ainda sido constituído arguido um atleta, por falsificação de documentos, e um clube, por auxílio à imigração ilegal e falsificação de documentos.

Na última ação do mesmo género, realizada pelo SEF, no final de 2018, num universo menor de clubes e atletas estrangeiros identificados, cerca de 18% estavam em situação ilegal, sendo que agora essa percentagem ficou-se pelos 5%.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados