ténis

Gil avança pela primeira vez para a segunda ronda do Open da Austrália

O tenista Frederico Gil qualificou-se hoje para a segunda ronda do Open da Austrália, depois de se superiorizar ao uruguaio Pablo Cuevas, num encontro de 04:23 que terminou com os parciais de 6-4, 6-7 (7-9), 4-6, 6-3 e 9-7.

Na sua segunda participação no Open da Austrália, Frederico Gil (91º no "ranking" ATP) venceu pela primeira vez na sua carreira um encontro em provas do "Grand Slam".

O tenista, natural de Lisboa, igualou também o feito de Nuno Marques em Melbourne, que, em 1991, após ter triunfado sobre João Cunha e Silva, em cinco partidas, também inscreveu o nome no segundo encontro do "major" australiano.

No embate com Pablo Cuevas (64º), Frederico Gil somou apenas quatro ases contra 20 do opositor e somente oito "winners", enquanto o sul-americano, com mais erros não forçados do que o português, contabilizou 40.

Na segunda ronda do Open da Austrália, Frederico Gil vai ter como próximo adversário o francês Gael Monfils, 12º na tabela mundial, que afastou hoje o holandês Thiemo de Bakker, pelos parciais de 6-7 (5-7), 2-6, 7-5, 6-2 e 6-1.

Rui Machado, o tenista português mais bem cotado na hierarquia mundial (90º), discute na madrugada da próxima terça-feira com o colombiano Santiago Giraldo (63º) a passagem à segunda ronda do Open da Austrália.

Enquanto Leonardo Tavares e João Sousa foram eliminados na primeira ronda da fase de qualificação, Rui Machado e Frederico Gil tiveram entrada directa no quadro principal de singulares.

Foi a segunda vez que dois portugueses integraram a grelha principal do Open da Austrália, depois de Nuno Marques e João Cunha e Silva, em 1991.