No canto é que está o ganho. Sporting vence Paços e iguala FC Porto no topo da liga

Veja os golos. Leões responderam à vitória do FC Porto nos Açores com um triunfo na Mata Real.

O Sporting venceu, este domingo, o Paços de Ferreira por 2-0 e igualou o FC Porto no topo da tabela da Primeira Liga, com 29 pontos. Um canto batido por Sarabia e concluído por Gonçalo Inácio desbloqueou o jogo antes de Pote, de primeira, fazer o segundo golo da noite e confirmar a sexta vitória consecutiva dos leões no campeonato. Os pacenses mantêm-se na 11.ª posição.

Bastou um minuto na Mata Real para haver ameaça de golo do Sporting. Os leões entraram em campo com vontade de responder à vitória do FC Porto nos Açores e criaram perigo desde muito cedo, num autêntico sufoco à grande área pacense.

Coates, que é cada vez mais um vetor de perigo, começava a aparecer no jogo e teve, ainda dentro da primeira meia hora, duas oportunidades para inaugurar o marcador. Mas aos 11' também houve calafrio para o Sporting: Matheus Nunes mediu mal um passe para Adán, João Pedro percebeu e acabou por chegar à bola. O remate saiu ao lado.

Aos 43', Pote não chegou a um cruzamento de Nuno Santos e desperdiçou a oportunidade de dar vantagem ao Sporting em cima do intervalo. Aconteceu o mesmo a Antunes, mas por culpa de Matheus Reis: o lateral rematou à entrada da grande área e viu o brasileiro desviar a bola com a cabeça.

Nuno Santos bem tentou mudar tudo logo no regresso do intervalo. Não conseguiu marcar, mas ganhou um canto e acabou por contribuir. Bola batida por Sarabia a partir da esquerda, Coates amortece ao segundo poste e Gonçalo Inácio, nas costas de João Pedro, cabeceou para o 1-0.

Minutos depois haveria calafrio na grande área do Sporting. Nuno Santos rematou contra Esgaio e a bola acabou por tocar no ombro do defesa sportinguista. Luís Godinho ouviu o VAR e mandou seguir.

Mas havia um suspeito do costume ainda por aparecer. Tabata - acabado de entrar - combinou com Ricardo Esgaio, que cruzou para o interior da grande área, onde apareceu Pote a rematar para o 2-0.

Paulinho podia, logo de seguida, ter feito o 3-0, mas isolado perante André Ferreira, falhou o "chapéu". E a bola até entrou mesmo na baliza aos 76': novo canto partir do lado esquerdo, Coates combinou com Nuno Santos e rematou para o fundo das redes. Não valeu porque o português estava em fora de jogo no momento do passe de Coates.

O jogo não acabaria sem nova demonstração de apoio a Paulinho por parte dos adeptos do Sporting: depois da ovação no último jogo, houve cânticos com o nome do avançado.

Onze do Paços de Ferreira: André Ferreira, Jorge Silva,Flávio Ramos, Maracás, ​​​​​​Antunes, Eustáquio, Delgado, Nuno Santos, Luiz Carlos, Lucas Silva e João Pedro

Onze do Sporting: Adán, Gonçalo Inácio, Coates, Matheus Reis, Esgaio, Palhinha, Matheus Nunes, Nuno Santos, Pote, Sarabia e Paulinho

O jogo foi arbitrado por Luís Godinho, assistido por Rui Teixeira e Valter Rufo. No VAR esteve Vasco Santos.

Suplentes do Paços de Ferreira: Vekic, Nuno Lima, Hélder, Ibrahim, Uílton, Deni Jr., Matchoi, Rui Pires e Fernando

Suplentes do Sporting: Virgínia, Feddal, Tabata, Jovane, Ugarte, Vinagre, Tiago Tomás, Bragança e Gonçalo Esteves

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de