Paris 2024 vai ter uma cerimónia de abertura como nunca houve antes

Uma cerimónia de abertura como nenhuma outra. É assim que os organizadores dos Jogos Olímpicos de Paris 2024 descrevem aquilo que está a ser preparado para a festa que, daqui a dois anos e meio, vai marcar o início das olimpíadas da capital Francesa.

Paris espera ter 600 mil pessoas a assistir à cerimónia. Um número que só é possível porque, ao contrário do que aconteceu até hoje, o arranque dos jogos vai acontecer não no estádio Olímpico, mas sim sobre as águas e nas margens do rio Sena.

As pontes, as imensas pontes de Paris vão ter bancadas, e o público poderá assistir a partir delas à passagem das comitivas.

Todas irão desfilar a bordo de barcos, as maiores talvez precisem de mais do que uma embarcação, mas isso, diz a organização, logo se vê.

O percurso a percorrer vai ser de 6 km começa na ponte de Austerlitz, passa pela catedral de Notre Dame, pelo Louvre, o Obelisco, na Praça da Concórdia e depois desce, com a correnteza para terminar na Pont d"Iéna, com a Torre Eiffel à esquerda, ou talvez seja melhor dizer, a bombordo.

É ali, nos jardins do Trocadéro que os atletas vão se juntar e é também por ali que será acesa a chama olímpica que assinala o início dos jogos.

Com 600 mil espetadores, esta cerimónia será, de longe, a maior abertura de sempre de uns Jogos Olímpicos, mas mesmo assim pode saber a pouco para alguns.

É o caso dos responsáveis pela Câmara de Paris que partiram para o projeto esperando conseguir obter a autorização das forças de segurança para um espetáculo ao qual pudessem assistir dois milhões de pessoas.

A cerimónia de abertura está marcada para o dia 26 de julho de 2024.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de