Pelo menos seis mortos e mais de 50 feridos antes do jogo da CAN entre os Camarões e Comores

Uma multidão tentou forçar a entrada no estádio na capital dos Camarões, que estava com capacidade limitada a 80%.

Pelo menos seis pessoas morreram e dezenas ficaram feridas depois de terem sido esmagadas à entrada do estádio onde decorreu a partida da Taça das Nações Africanas (CAN) entre os Camarões e Comores.

O incidente ocorreu quando uma multidão tentou forçar a entrada no Estádio Olembe, na capital dos Camarões, país anfitrião da prova continental africana. De acordo com a imprensa local, citada pela Associated Press e pela BBC, além das vítimas mortais, mais de 50 pessoas ficaram feridas.

O estádio com capacidade para 60 mil espetadores estava limitado a 80% da lotação devido à pandemia. Contudo, as autoridades indicaram que 50 mil pessoas queriam comparecer no estádio e não conseguiram controlar as entradas.

A seleção dos Camarões, treinada pelo português António Conceição, venceu o jogo frente aos Comores por 2-1, apurando-se para os quartos de final da CAN.

Os factos ocorridos no exterior do estádio só foram tornados públicos após o encontro, com o país a receber o torneio pela primeira vez em meio século.

Os anfitriões voltam a jogar no sábado, contra a Gâmbia, outra estreante na fase final do torneio, que hoje eliminou a Guiné (1-0).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de