Pinto da Costa recorda Fernando Gomes: "Deixou-nos um dos maiores portistas que conheci"

O presidente portista lembrou o seu primeiro ato como dirigente máximo dos portistas que foi resgatar o avançado ao Sporting de Gijón.

O presidente do FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa, reagiu na tarde deste sábado à morte do antigo avançado português Fernando Gomes.

"Deixou-nos um dos maiores portistas que eu conheci em toda a minha vida. Desde menino que o conheci nas camadas jovens, ele tinha um amor ao FC Porto que ultrapassava o normal. Toda a vida teve grandes êxitos no FC Porto", disse o presidente portista aos microfones do Porto Canal.

Visivelmente emocionado, Pinto da Costa recordou alguns dos êxitos do antigo atleta: "Foi campeão nacional na era do Pedroto, quando eu era diretor do futebol, foi campeão europeu em 1987, foi vencedor da Taça Intercontinental de 1987, também, e foi sobretudo um apaixonado pelo futebol, pela vida e pelo FC Porto."

"Eu tive muita honra em estar ligado à sua vida pessoal e desportiva. Como presidente, o primeiro ato que tive, em 1982, foi resgatá-lo ao Gijón, para onde tinha sido cedido, e trazê-lo de volta para o FC Porto e para a carreira gloriosa que ele teve. Felizmente, também ainda tive oportunidade de, no ano passado, entregar-lhe o Dragão de Ouro de dirigente do ano, porque ele, além de um atleta de eleição que foi e de um grande portista, era neste momento também dirigente", afirmou o presidente do FC Porto até que a comoção do momento não o deixasse continuar.

Fernando Gomes, antiga glória do futebol português e uma das principais figuras da história do FC Porto, morreu este sábado aos 66 anos. A notícia foi confirmada pelo FC Porto no Twitter.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de