Pleno do Conselho de Disciplina rejeita recurso de castigo de Sérgio Conceição

Após as declarações sobre a arbitragem no encontro com o Belenenses SAD, em fevereiro, o treinador dos 'dragões' foi suspenso, e terá ainda de pagar uma multa de 7650 euros.

O pleno do Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) rejeitou o recurso do treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, à suspensão de 15 dias, revelou o CD da federação.

Segundo o acórdão do CD, "é julgado improcedente o presente recurso hierárquico impróprio e, consequentemente, confirmada a decisão disciplinar recorrida" em relação ao pedido em que são recorrentes Sérgio Conceição, treinador, e Francisco José Marques, diretor de comunicação do FC Porto, podendo a decisão ser alvo de recurso para o Tribunal Arbitral do Desporto, que terá efeitos suspensivos, caso seja aceite a providência cautelar.

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, foi suspenso por 15 dias devido a declarações sobre a arbitragem no encontro com o Belenenses SAD, em fevereiro. Além da suspensão, o treinador dos 'dragões' terá ainda de pagar uma multa de 7650 euros, pelas declarações após o encontro da 17.ª jornada da edição passada da I Liga.

Em declarações à SportTV no final da partida, Conceição considerou que dois jogadores do Belenenses SAD deviam ter sido expulsos e que ficou por marcar um penálti que "é penálti em todo o lado do mundo".

"Hoje fomos enganados. Fomos roubados", disse Sérgio Conceição.

Caso tenha de cumprir a sanção, o treinador do FC Porto corre o risco de falhar os próximos jogos dos 'dragões', que vão defrontar o Rio Ave, na Taça da Liga, Vizela e o Benfica, na I Liga, e na Taça de Portugal de novo os 'encarnados'.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de