Portugal procura qualificar-se para o Europeu de futebol feminino

O jogo acontece esta sexta-feira, na Finlândia. A equipa vencedora garante o apuramento direto para o Europeu de 2021.

A seleção portuguesa feminina de futebol pode esta sexta-feira qualificar-se para o Europeu de 2021, adiado para o próximo ano devido à pandemia de Covid-19, caso se imponha na Finlândia, na penúltima jornada do Grupo E de apuramento.

O vencedor do jogo desta sexta-feira, em Helsínquia, com início às 18h15 (menos duas horas em Lisboa), garante o primeiro lugar da 'poule' e o apuramento direto, uma vez que passará a dispor de três pontos de vantagem sobre o adversário e vantagem no confronto direto, a uma jornada do fim.

Em declarações à TSF, o selecionador da equipa portuguesa de futebol feminino, Francisco Neto, afirma que há alguma ansiedade pela competição, mas que isso é normal.

"As jogadoras acima de tudo estão comprometidas e estão empenhadas com aquilo que são os nossos objetivos, claro que se nota que, desde que chegámos à Finlândia, já estão ansiosas por competir, mas isso é o normal a este nível. Estão focadas, estão tranquilas em relação àquilo que podem e que devem fazer, e estamos a fazer o nosso trabalho para nos representarmos nas melhores condições possíveis", declara.

Francisco Neto revela que a equipa vai tentar ser superior nas oportunidades de golo e no domínio do jogo com bola. "Será um jogo equilibrado, mas nós só teremos hipóteses de o vencer se conseguirmos controlá-lo, se conseguirmos ter a bola, se encaramos como de uma final se tratasse, porque se o jogo entra numa dimensão mais de duelos, se entra numa dimensão mais bola no ar, nós aí sabemos que temos mais alguma dificuldade e teremos de conseguir ter a bola connosco, dominá-la e jogá-la entre nós", admite.

Portugal e Finlândia, que empataram 1-1 em novembro de 2019, em Vila Nova de Famalicão, repartem a liderança, com 16 pontos, mais sete do que a Escócia, terceira classificada e adversária da equipa lusa na derradeira ronda, na terça-feira, já sem possibilidade de se apurar.

Mesmo em caso de derrota, a seleção treinada por Francisco Neto pode qualificar-se pela segunda vez para o Europeu, cuja fase final vai realizar-se em Inglaterra, pela via reservada aos segundos classificados, depois de se ter estreado na prova em 2017, nos Países Baixos, onde foi eliminada na primeira fase.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de