Festival de golos falhados. Portugal vence Qatar em jogo de sentido único

Seleção nacional venceu jogo particular por 3-0. Veja os golos.

A seleção portuguesa de futebol, que estreou Diogo Costa, Matheus Nunes e Rafael Leão, venceu este sábado por 3-0 na receção ao Qatar, num encontro particular, disputado no Estádio Algarve.

A seleção nacional entrou no jogo a criar inúmeras oportunidades de golo, mas o guarda-redes Saad fez três defesas monumentais e só não conseguiu evitar o tento de Cristiano Ronaldo, aos 37 minutos. Matheus Nunes desmarcou Dalot dentro da área, o lateral amorteceu de cabeça e a defesa do Qatar falhou inexplicavelmente a bola. Um erro que o capitão português não perdoou, fazendo o seu 112.º pela equipa das quinas.

Logo no início do segundo tempo, aos 48 minutos, José Fonte fez o segundo para Portugal. João Mário bateu um livre, William cabeceou, o guardião do Qatar defendeu para a frente e José Fonte, na recarga, marcou. Aos 37 anos, quase 38, Fonte marcou o primeiro golo pela seleção principal.

Já aos 90 minutos, André Silva conseguiu finalmente marcar golo. Na sequência de uma jogada de insistência, Rafael Leão surgiu na esquerda solto, para cruzar, e o internacional português, que estava no coração da área, nem teve de saltar. Só cabeceou para o 3-0.

A formação das quinas, que este sábado perdeu para a Sérvia a liderança do Grupo A europeu de apuramento para o Mundial 2022, volta a jogar na terça-feira, recebendo o Luxemburgo, novamente no Algarve, num jogo de qualificação.

Aos 4 minutos, Matheus Nunes sofreu uma falta que pode levar a bola à baliza do Qatar. É Ronaldo quem vai marcar o livre. O capitão bate de pé direito, mas contra a barreira do Qatar. André Silva, aos 10 minutos, esteve perto do golo, depois de um passe divinal, mas o guarda-redes Saad faz uma grande defesa. Saad fica atordoado depois de levar com a bola.

Aos 15 minutos, Gonçalo Guedes esteve muito perto de marcar o primeiro. Isolou-se, ninguém o segurou, mas Saad faz, pela terceira vez, uma grande intervenção. Dalot, aos 22 minutos, faz a bola passar a centímetros do poste direito à guarda de Saad.

Cristiano Ronaldo cabeceia, aos 25 minutos, mas a bola sai muito fraquinha para as mãos do guardião do Qatar. Oito minutos depois, o camisola 7 da seleção, isolado, tenta colocar a bola no lado direito do guarda-redes e o esférico sai, mais uma vez, a rasar o poste direito da baliza do Qatar.

Aos 36 minutos, Ronaldo faz o 112.º golo para a seleção nacional e inaugura o marcador frente ao Qatar. À boca da baliza aproveita um erro do adversário e só tem de encostar para o fundo das redes.

Intervalo!

Já rola a bola na segunda parte. Cristiano Ronaldo ficou no balneário. Foi substituído por Rafael Leão. Nélson Semedo também saiu para dar lugar a Nuno Mendes. Nos primeiros 3 minutos do segundo tempo, José Fonte, numa recarga, bate Saad e faz o segundo golo para Portugal. Explosão de alegria nas bancadas do Estádio do Algarve.

Aos 67 minutos, André Silva, de primeira, colocou a bola por cima do travessão da baliza do guarda-redes do Qatar. Cinco minutos depois, Saad volta a evitar que André Silva marque o terceiro para Portugal com um remate de primeira. Na recarga faltou calma ao internacional português para aproveitar o facto de o guardião do Qatar estar no chão.

Diogo Dalot, aos 82 minutos, colocou a bola na baliza do Qatar, depois de uma jogada de insistência, mas estava em fora de jogo e o golo acabou por ser anulado. Quatro minutos depois, mais uma infelicidade para Rafael Leão, que acerta nos ferros pela segunda vez. Seria um golo espetacular.

Aos 89 minutos, André Silva consegue finalmente fazer o golo com um bom golpe de cabeça.

O árbitro dá dois minutos de compensação. Terminou o jogo! Portugal venceu o Qatar por 3-0.

Onze de Portugal: Diogo Costa; Diogo Dalot, José Fonte, Danilo, Nuno Mendes; William Carvalho, João Mário, Matheus Nunes; Gonçalo Guedes, André Silva e Cristiano Ronaldo

Onze inicial do Catar: Saad; Salman, Bassam Al Rawi, Abdelkarim Hassan; Pedro Miguel, Alhaydos, Boudiaf, Abdulaziz Hatim, Homam; Afif e Almoez Ali

Suplentes de Portugal: Rui Patrício, Anthony Lopes, Pepe, Rúben Dias, Nélson Semedo, João Cancelo, João Moutinho, Bernardo Silva, Bruno Fernandes, Palhinha e Rafael Leão

Suplentes do Catar: Yousef Hassan, Barsham, Musab, Al-Brake, Waad, Asad, Ahmed Moein, Fathy, Al-Ahrak, Madibo, Ahmed Alaadin e Yusuf

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de