Portugal recusa favoritismo para a final do Mundial de hóquei em patins

Portugal defronta a Argentina na final que se realiza em Barcelona. O jogo decisivo começa às 17h00.

A seleção nacional de hóquei em patins joga este domingo a final do Mundial da modalidade frente à equipa da Argentina.

Em entrevista à TSF, o diretor técnico nacional sublinha que Portugal está muito motivado para o jogo decisivo.

"Estamos motivadíssimos para disputar uma final de um campeonato do mundo. É sempre uma experiência diferente, positiva. Estamos motivados para lutar pelo título", disse Nuno Ferrão, que atribui o favoritismo ao adversário.

"Sabemos que a Argentina é a equipa favorita. É uma equipa muito experiente, foi campeã do mundo há quatro anos. A pressão está do outro lado. Estamos conscientes da nossa motivação, da nossa capacidade."

Portugal procura alcançar um título que foge desde 2003, em Oliveira de Azeméis, e que conquistou pela última vez fora de portas em 1993, em Bassano, Itália.

A seleção portuguesa, que procura vingar a derrota com a Argentina no mundial do Recife, no Brasil, em 1995 (5-1), regista apenas uma vitória em solo espanhol, quando ergueu o troféu em 1950, em Madrid, na final disputada com a anfitriã Espanha.




Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados