Portugal tenta medalha inédita no tiro com arco

Uma seleção nacional portuguesa de tiro com arco vai defrontar França no confronto pela medalha de bronze do europeu em recinto coberto, na Eslovénia.

A seleção nacional de tiro com arco vai tentar alcançar a primeira medalha internacional na história da modalidade.

A equipa portuguesa defronta França na final de bronze do europeu de tiro com arco em recinto coberto que decorre desde o início da semana em Lasko, na Eslovénia.

Na meia-final, esta manhã, Portugal perdeu com a seleção da Turquia, por 233-239.

A seleção portuguesa de arco compound, uma especialidade diferente do tiro com arco que compete nos jogos olímpicos, é composta nesta competição, pelos arqueiros Cláudio Alves, Carlos Resende e Rui Baptista.

A equipa chegou a esta fase da competição depois de ser sexta classificada na qualificação, e de bater a Rússia nos quartos de final, estabelecendo dois recordes nacionais.

É a primeira vez que uma equipa nacional da Federação Portuguesa de Tiro com Arco, luta por medalhas numa grande competição internacional.

Na Eslovénia estão dez arqueiros portugueses e dois treinadores, que participaram em quatro categorias individuais e três coletivas.

Foi a primeira vez que Portugal esteve representado num campeonato da Europa em recinto coberto.

Tal como no atletismo, o tiro com arco tem competições numa parte da época em pavilhões, e noutra, ao ar livre.

A época de recinto coberto só termina em Portugal, no final de março.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de