Presidente da SAD do Marítimo confirma retenção de Zainadine na Mauritânia

O defesa do Marítimo ia juntar-se à concentração da seleção moçambicana para os particulares frente ao Níger e à Mauritânia.

O presidente da SAD do Marítimo, João Luís, confirmou esta terça-feira que Zainadine, sub-capitão da equipa madeirense da I Liga de futebol, está retido na Mauritânia por problemas com o passaporte, "sem saber quando vai ter autorização para sair".

"Está retido há várias horas sem saber quando vai ter autorização para sair devido à validade do passaporte que ainda está válido, mas expira em menos de seis meses", disse o presidente com a tutela do futebol profissional do Marítimo à agência Lusa.

O defesa central e o colega de equipa Clésio Baúque viajaram na segunda-feira, um dia após terem defrontado, em Barcelos, o Gil Vicente (1-1), para se juntar à restante comitiva da seleção de Moçambique.

O sub-capitão dos 'verde rubros' não teve autorização para entrar no país, onde iria, com as cores dos 'Mambas', disputar dois particulares, o primeiro na quarta-feira diante o Níger e o segundo, em 26 de março, frente à Mauritânia.

"A prioridade do clube é trazer o atleta o mais rápido possível para uma zona de conforto, seja para Moçambique, seja para Portugal, para resolver a situação", reforçou o presidente João Luís.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de