PSG e FC Porto continuam a discutir o negócio Vitinha

FC Porto quer um pagamento a pronto de 40 milhões de euros pelo médio.

Um redondo 'não' - foi desta forma que o FC Porto reagiu à proposta do PSG para comprar o passe de Vitinha com pagamentos em parcelas.

A SAD do FC Porto insiste num pagamento a pronto de 40 milhões de euros, ou seja, a cláusula de rescisão do médio internacional português.

A imprensa francesa noticiou que o clube de Paris sugeriu pagar 25 milhões de euros no imediato, mais cinco milhões em julho de 2023 e 10 milhões de euros depois do jogador completar 20 jogos no PSG. Mas o FC Porto não facilita e quer um pagamento a pronto de 40 milhões de euros.

O jornal O JOGO escreve esta quarta-feira que as próximas horas vão ser determinantes para o negócio ficar concluído. O agente Jorge Mendes está a servir de intermediário entre os dois clubes e a expectativa é que a operação termine com a venda do passe de Vitinha. O Paris Saint-Germain oferece ao médio do FC Porto um contrato de cinco anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de