PSP confirma três feridos após confrontos entre alegados adeptos do Sporting e Benfica. Leões repudiam

Duas das vítimas foram transportadas para o Hospital Santa Maria, em Lisboa. PSP fala de grupo de 15 indivíduos. O Sporting já veio repudiar o episódio.

A PSP confirma agressões a "adeptos" na zona de Lumiar este domingo à noite, que resultaram em três feridos. Em comunicado, as autoridades referem que estão a tentar identificar os envolvidos. As agressões foram causadas grupo de 15 indivíduos, diz em comunicado.

Segundo a PSP, do incidente resultam três vítimas, homens, com idades entre os 20 e os 26. "Duas das vítimas foram transportadas para o Hospital Santa Maria e foram informados dos trâmites legais", esclarece.

"Relativamente aos vídeos que circulam sobre alegadas agressões entre grupos de adeptos, a PSP foi acionada para a zona do Lumiar, no dia 17 de maio pelas 22h19, por haver notícia de alegadas agressões entre indivíduos", explica.

A PSP diz no comunicado que "está a desenvolver diligências no sentido de apurar a identidade dos intervenientes".

Ainda não são conhecidas as razões para os confrontos, alegadamente entre adeptos do Sporting e do Benfica. O incidente ocorreu próximo do Estádio José Alvalade, numa rua que dá acesso ao pavilhão João Rocha.

Sporting repudia agressões

Em comunicado, o Sporting repudia os episódios de violência. "Sporting Clube de Portugal repudia, mais uma vez, os episódios de violência que continuam a marcar a vida do Desporto em Portugal. Neste caso, as agressões que tiveram lugar ontem à noite, perto das imediações do Estádio José Alvalade, na zona do Lumiar, que resultaram na hospitalização de dois adeptos".

Os leões apela por isso "à intervenção das autoridades num problema que extravasa o âmbito meramente desportivo" e acrescentam ainda que "é lamentável e preocupante que estes episódios continuem a acontecer".

O Sporting lembra ainda o que aconteceu na final da Taça de 1996, entre Benfica e Sporting, no Jamor, numa referência aos adeptos do Benfica. "No dia em que faz 24 anos da morte de um adepto do Sporting, no estádio do Jamor, vítima de um very-light, é lamentável e preocupante que estes episódios continuem a acontecer. O clube vai continuar a liderar o processo e debate de promoção de um clima saudável e de melhoria do espetáculo desportivo em Portugal e apela por isso, mais uma vez, à intervenção das autoridades num problema que extravasa o âmbito meramente desportivo", acrescenta.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de