Raquel Queirós lidera a Volta a Portugal feminina após vencer contrarrelógio

Atleta de 21 anos cumpriu os 11,1 quilómetros de um traçado exigente em 19.55 minutos.

A jovem ciclista Raquel Queirós (Velo Performance/JS Campinense) conquistou hoje a camisola amarela da primeira Volta a Portugal feminina, após vencer o contrarrelógio da terceira etapa, com início e fim em Vila Franca de Xira.

A olímpica vilacondense, de apenas 21 anos, que já tinha ganho a segunda tirada, cumpriu os 11,1 quilómetros de um traçado exigente em 19.55 minutos, batendo a júnior Sofia Gomes (Vesam/Blok-Vilanovense Cycling Girls) por 35 segundos, enquanto a espanhola Iris Gómez fechou o pódio, a 44.

A britânica Danielle Shrosbree (Team LDN/Brother UK), anterior líder, com o mesmo tempo de outras quatro ciclistas, incluindo Raquel Queirós, caiu e teve uma avaria, gastando mais 1.32 minutos.

Raquel Queirós comanda agora com 35 segundos de vantagem sobre Sofia Gomes e 48 segundos para Iris Gómez.

A 27.ª classificada na prova de 'cross country' olímpico de Tóquio 2020, que há uma semana foi 10.ª nos Mundiais de sub-23 desta especialidade, já tinha entrado para a história como a primeira mulher lusa a ganhar uma etapa na Volta a Portugal, que se estreia em 2021 no setor feminino, tornando-se agora pioneira a envergar a camisola amarela.

As britânicas da Team LDN-Brother UK continuam no topo da geral por equipas.

Domingo disputa-se a última etapa, de 94,7 quilómetros, que liga as Caldas da Rainha a Lisboa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de