Real Madrid e Nápoles voltam a superiorizar-se rumo aos quartos de final da Champions

Os espanhóis venceram o Liverpool por 1-0, enquanto os italianos bateram o Eintracht Frankfurt por 3-0.

O Real Madrid, campeão em título, e o Nápoles confirmaram esta quarta-feira a presença nos quartos de final da Liga dos Campeões de futebol, após voltarem a vencer Liverpool (1-0) e Eintracht Frankfurt (3-0), respetivamente.

Os Espanhóis, que cumpriram o jogo 300 no atual formato da prova, e os transalpinos, pela primeira vez nos 'quartos', partiram para os encontros da segunda mão com 'pé e meio' na próxima fase, face à superioridade evidenciada na primeira.

Depois da 'super' recuperação em Anfield Road, de 0-2 para 5-2, hoje, no Bernabéu, em Madrid, os 'merengues' jogaram com a vantagem de três golos, mas, ainda assim, fizeram o suficiente para voltar a imperar, com algumas chances desperdiçadas até aparecer o golo que ditou novo triunfo.

Só à passagem do minuto 79 o 'nulo' foi desfeito, fruto do 'encosto' fácil do francês Karim Benzema, após assistência do brasileiro Vinícius Júnior, que podia ter finalizado só com Alisson pela frente, mas escorregou antes de, já no relvado, conseguir entregar a bola ao ponta de lança francês.

Nos 'reds', o capitão James Milner tornou-se no inglês mais velho (37 anos e 70 dias) a ser titular numa partida da 'Champions', desde David Beckham, em abril de 2013 (37 anos e 335 dias).

O internacional português Diogo Jota foi titular no emblema inglês, enquanto o compatriota Fábio Carvalho só foi lançado por Jürgen Klopp já nos descontos.

À mesma hora, em Nápoles, o líder da Serie A, que persegue a conquista de uma terceiro título nacional, após os dois erguidos em 1986/87 e 1989/90, com Diego Armando Maradona como grande estrela, recebeu o Eintracht com 2-0 a seu favor, com o segundo duelo a ficar marcado pelos confrontos entre os adeptos alemães, sem bilhete para o recinto, e a policia transalpina.

Apesar de não terem ingressos, vários fãs do conjunto germânico, encapuzados e vestidos de preto, viajaram até Nápoles, onde arremessaram engenhos pirotécnicos, cadeiras e garrafas na direção da policia, que respondeu com gás lacrimogéneo.

No Estádio Diego Armando Maradona, Victor Osimnhen, que já tinha marcado em Frankfurt, voltou a colocar o nome na lista de marcadores, após cabecear para o fundo das redes uma bola servida por Politano, aos 45+2 minutos.

No segundo tempo, a eliminatória ficou fechada, por culpa de um novo tento do ponta de lança nigeriano, aos 53 minutos, desta vez servido por Di Lorenzo, com um penálti cobrado pelo polaco Zielinski a fechar a contagem, aos 64.

Nos napolitanos, o internacional português Mário Rui alinhou de início na equipa de Luciano Spalleti, assim como o compatriota Buta no lado do Eintracht Frankfurt, que esteve privado do francês Kolo Muani, expulso na Alemanha.

Real Madrid e Nápoles juntam-se a Benfica, Bayern Munique, Chelsea, AC Milan, Inter de Milão e Manchester City nos quartos de final, cujo o sorteio está agendado para sexta-feira, às 11:00 (hora de Lisboa).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de