"Reúne características para aspirar a outros patamares." Tomás Ribeiro visto por quem o lançou na I Liga

Pedro Ribeiro foi o treinador que estreou na I Liga o jovem defesa da B SAD que está na mira para reforçar o Sporting em janeiro.

Corria o mês de setembro de 2019 e a B SAD tinha tido um início de campeonato difícil. Nas primeiras quatro jornadas da I Liga, a equipa na altura liderada por Jorge Silas contava com dois empates e duas derrotas.

O técnico acabou por sair após uma derrota contra o Boavista e foi substituído pelo treinador da equipa de sub-23, Pedro Ribeiro. No jogo seguinte, Pedro Ribeiro estreia o jovem Tomás Ribeiro que agora está na linha da frente para reforçar o leque de centrais do Sporting no mercado de inverno.

Pedro Ribeiro, atualmente treinador do Penafiel na II Liga, falou com a TSF sobre o defesa da B SAD. "O Tomás [Ribeiro], em primeiro lugar, é um excelente profissional e reúne, na minha opinião, um conjunto de características que lhe permite já estar num bom clube, mas aspirar a outro tipo de patamares", considera o treinador que lançou o jogador na I Liga.

Pedro Ribeiro explica que Tomás Ribeiro "faz do treino e de tudo o que envolve ser jogador de futebol características que ele tem muito cuidado". Já ao nível técnico, "é um jogador que tem um pé esquerdo muito diferenciado" e "tem muita facilidade a construir com e sem pressão dos adversários". O antigo treinador da B SAD acredita que o defesa "é um jogador muito acima da média em termos da tomada de decisão e de execução".

"Entende muito bem o jogo, tanto naquilo que tem de ser a interpretação do jogador em si, mas também, no plano estratégico, naquilo que o treinador lhe pede para fazer, tendo em conta os adversários ou o plano estratégicos mais coletivos. Portanto, ao nível técnico, ao nível da tomada de decisão e ao nível da interpretação, eu penso que é um jogador que está cada vez mais solidificado naquilo que é o comportamento e acredito que possa ter potencial para dar um passo em frente e jogar em equipas com outro tipo de objetivos", explica o treinador.

Pedro Ribeiro lembra a altura em que subiu à equipa principal da B SAD e levou consigo o jovem Tomás Ribeiro: "Na altura iniciei a época nos sub-23 e o Tomás, que fez parte da pré-época com a equipa principal da B SAD, voltou para os sub-23. Na altura, como é óbvio, criou algumas expectativas que naquele impacto inicial não foram concretizadas e foi necessário que o Tomás percebesse que o único caminho perante as adversidades que a vida nos coloca é lutarmos e é remarmos ainda com mais força para que as coisas aconteçam."

"As coisas correram muito bem. Estivemos cinco jogos na equipa de sub-23 e depois acontece a minha passagem para a equipa principal e o Tomás vai incluído num conjunto de jogadores que subiram comigo e com a equipa técnica para o patamar da equipa A. E, nos jogos em que eu estive como treinador principal da B SAD, jogou todos a titular numa linha de quatro. Mas é o que eu referi, é muito inteligente naquilo que o treinador pede que seja executado e interpreta o jogo", conta Pedro Ribeiro.

Ainda que tenha começado a jogar numa linha de quatro defesas na B SAD, Tomás Ribeiro adaptou-se a jogar numa formação de três centrais com a chegada de Petit ao clube. Assim, Pedro Ribeiro não vê que o número de defesas possa alterar o rendimento de Tomás Ribeiro.

"Vi vários jogos do Tomás numa linha de três e vi-o perfeitamente confortável nessa função, portanto acredito que tenha um conjunto de características para poder jogar no patamar acima, seja numa linha de três ou de quatro", explica.

A TSF noticiou, na manhã desta quarta-feira, que Tomás Ribeiro pode chegar ao Sporting já em janeiro. O treinador leonino, Rúben Amorim, é um apreciador das qualidades do jovem de 22 anos e o clube de Alvalade já deu a conhecer o seu interesse aos responsáveis azuis.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de