Roland Garros. Krejcikova conquista primeiro major na catedral da terra batida

Checa de 25 anos precisou de três sets, com os parciais de 6-1, 2-6 e 6-4, para superar a russa.

A tenista checa Barbora Krejcikova conquistou este sábado o seu primeiro título de singulares do Grand Slam em Roland Garros, ao derrotar na final a russa Anastasia Pavlyuchenkova na catedral da terra batida, em Paris.

Num encontro disputado por duas estreantes em fases finais de majors, a checa, de 25 anos, número 33 no ranking WTA, precisou de três sets, com os parciais de 6-1, 2-6 e 6-4, para superar a russa, 32.ª colocada na hierarquia mundial, em uma hora de 58 minutos.

Depois de ter anulado um match point contra a grega Maria Sakkari na meia-final, Krejcikova entrou este sábado no court Philippe-Chatrier a sofrer um break, mas reagiu da melhor forma e impôs três consecutivas quebras de serviço à adversária para fechar o parcial inaugural ao cabo de 31 minutos.

Na segunda partida, Pavlyuchenkova chegou facilmente a uma vantagem de 5-1 no marcador e, embora tenha visto a checa devolver um 'break' antes de evitar um set point, conseguiu empurrar a discussão pelo título para o derradeiro 'set'.

Na hora de todas as decisões, Barbora Krejcikova revelou-se, contudo, mais consistente e, ao quarto 'match' point, sagrou-se campeã de Roland Garros, naquela que foi a sua quinta participação em quadros principais do Grand Slam.

Apesar de ter conquistado a Taça Suzanne Lenglen, a tenista checa vai tentar fazer no domingo a 'dobradinha' no pó de tijolo parisiense, ao jogar a final de pares femininos ao lado de Katerina Siniakova (68.ª WTA), algo que não é alcançado desde a francesa Mary Pierce em 2000.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de