Ruben Amorim termina carreira após rescindir com o Benfica

Jogador de 32 anos somou 14 internacionalizações e estava ligado ao Benfica desde 2008.

O internacional português Ruben Amorim anunciou, esta terça-feira, a decisão de "pendurar as botas", depois da rescisão do contrato laboral que o ligava ao Benfica. Num curto comunicado, Ruben Amorim, tricampeão nacional pelos 'encarnados' e 14 vezes internacional pela seleção portuguesa de futebol, que representou no Mundial de 2010 e 2014, fala de uma "decisão difícil, mas ponderada".

Nascido a 27 de janeiro de 1985, há 32 anos, Ruben Amorim começou a sua carreira profissional no Belenenses, clube pelo qual se estreou no principal campeonato português, em 2003/04, com 18 anos, e pelo qual atuou até 2007/08.

Em 2008/09, rumou ao Benfica, que representou até à presente temporada. Foi emprestado ao Sporting de Braga em 2011/12 e 2012/13 e ao Al-Wakrah, do Qatar.

Pelos encarnados, Ruben Amorim venceu três campeonatos (2009/10, 2013/14 e 2014/15), uma Taça de Portugal (2013/14) e cinco edições da Taça da Liga (2008/09, 09/10, 10/11, 13/14 e 14/15), sendo que ainda arrebatou uma sexta pelos minhotos (2012/13).

Ao serviço da seleção portuguesa de futebol, disputou 14 encontros, o primeiro a 15 de junho de 2010, na fase final do Mundial, ao qual foi chamado para substituir o lesionado Nani, num 'nulo' com a Costa do Marfim, em que entrou aos 85 minutos, substituindo Raul Meireles.

A sua última internacionalização também aconteceu na fase final de um Mundial, o de 2014: a 26 de junho, jogou os 90 minutos num triunfo por 2-1 sobre o Gana, que não foi suficiente para Portugal rumar aos oitavos de final.

Nas camadas jovens da formação das 'quinas', Ruben Amorim cumpriu 30 jogos (17 nos sub-21, quatro nos sub-20, quatro nos sub-19 e cinco nos sub-18).

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de