Rúben Dias vence prémio de melhor defesa da UEFA e Jorginho é o jogador do ano

Defesa português do Manchester City voltou a ser distinguido internacionalmente.

Rúben Dias foi esta quinta-feira distinguido pela UEFA como melhor defesa do ano. Já o prémio de melhor jogador foi para o italiano Jorginho, do Chelsea.

"Estou muito feliz por receber este prémio e estou ansioso pela próxima temporada", disse o jogador português do Manchester City.

Na lista de futebolistas já divulgada, o argentino Lionel Messi (FC Barcelona e PSG) é quarto, com 141 pontos, e Cristiano Ronaldo (Juventus) nono, com 16 pontos.

A lista final foi escolhida por um júri composto pelos 24 selecionadores que estiveram no Euro 2020, pelos 80 treinadores das equipas que competiram nas fases de grupos da Liga dos Campeões e da Liga Europa e por 55 jornalistas das federações nacionais que integram a UEFA, designados pelo European Sports Media (ESM).

Cada elemento do júri votou em três jogadores, pontuados com cinco, três e um ponto, sendo que os selecionadores e treinadores não puderam votar em jogadores da sua equipa.

Jorginho foi o décimo jogador da história a conquistar o Euro e a Liga dos Campeões no mesmo ano, só falhando a titularidade pela Itália num jogo. O seu colega de equipa no Chelsea N´Golo Kanté destacou-se nos jogos finais da Champions, sendo eleito o homem do jogo nos dois jogos das meias-finais contra o Real Madrid e na final contra o Manchester City. De Bruyne, segundo classificado há um ano, foi o destaque na campanha do City, coroada com o título inglês e a presença na final da LC.

O primeiro prémio a ser anunciado na cerimónia desta quinta-feira foi o de melhor guarda-redes, feminino e masculino, da Liga dos Campeões 2020/21. Edouard Mendy, do Chelsea, é o vencedor. Do lado feminino o prémio foi para Sandra Paños, do Barcelona.

Kanté venceu o prémio de melhor médio do ano, ao lado dos dois colegas de profissão com quem também competia para melhor jogador.

O vencedor dos avançados foi para Haaland, do Borussia Dortmund. Já Thomas Tuchel, do Chelsea, e Lluis Cortés, do Barcelona, receberam o prémio de melhor treinador de 2021.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de