SAD do Benfica com prejuízo de 31,7 milhões de euros no primeiro semestre

Apesar do resultado líquido negativo, os encarnados apresentam rendimentos operacionais sem transações de atletas de 95,9 milhões de euros, um crescimento de 79,1%.

A SAD do Benfica apresentou um prejuízo de 31,7 milhões de euros no primeiro semestre da temporada 2021/22, de acordo com o relatório e contas enviado na terça-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

"O resultado líquido do 1.º semestre de 2021/22 ascende a um valor negativo de 31,7 milhões de euros, estando o mesmo significativamente influenciado pelo resultado com transações de direitos de atletas, que sofreram uma diminuição de 69,4 milhões de euros face ao período homólogo", lê-se no documento.

Apesar do resultado líquido negativo, os encarnados apresentam rendimentos operacionais sem transações de atletas de 95,9 milhões de euros, um crescimento de 79,1% relativamente ao período homólogo, um resultado influenciado pela presença na Liga dos Campeões.

Contudo, os rendimentos globais tiveram um decréscimo de 24%, para 102,6 milhões de euros, sendo que o período homólogo tinha sido positivamente influenciado pela transferência de Ruben Dias para o Manchester City.

O passivo dos 'encarnados' situa-se nos 369,8 milhões de euros, o que significa um decréscimo de 9,8 milhões de euros em relação ao final da temporada passada, sendo que a SAD do Benfica apresenta um ativo de 481,8 milhões de euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de