Bis de Luis Díaz garante vitória tranquila ao FC Porto nos Açores

Primeiro classificado do campeonato venceu o último classificado por 3-0. Veja os golos.

O FC Porto venceu este domingo em casa do Santa Clara por 3-0, em jogo da 11.ª jornada da I Liga, isolando-se provisoriamente na liderança e colocando pressão em Sporting e Benfica, que jogam mais tarde.

Muito perto do intervalo, aos 42 minutos, uma recuperação de Otávio foi parar aos pés de Sérgio Oliveira que, de pé esquerdo, fez o primeiro nos Açores, com a bola ainda a bater no poste esquerdo da baliza de Ricardo Fernandes.

Ainda nem tinha passado o primeiro minuto do segundo tempo quando Otávio fez um cruzamento, na medida certa, para um enorme cabeceamento, na passada, de Luis Díaz.

O mesmo protagonista, aos 78 minutos, voltaria a faturar. Na cara de Ricardo Fernandes, o colombiano não desperdiçou e fez o 3-0 depois de contornar, com toda a classe, o guardião açoriano.

Com esta vitória, o FC Porto destaca-se na liderança do campeonato, com 29 pontos, mais três do que o Sporting, segundo, que ainda este domingo joga em casa do Paços de Ferreira, e quatro do que o Benfica, terceiro, que recebe mais tarde o Sporting de Braga, enquanto os açorianos estão afundados na parte baixa da tabela, sendo últimos classificados, com apenas seis pontos.

Já rola a bola em São Miguel! Logo aos 4 minutos, o Santa Clara cria perigo. Allano faz a diagonal e serve Ricardinho em zona frontal da área, mas o companheiro tropeça na bola e permite o corte. Na insistência, a bola volta à área portista e vale um corte de Zaidu a impedir o remate de Rui Costa.

Boa entrada do Santa Clara. A defensiva tem estado muito atenta. Aos 8 minutos, o Santa Clara já fez três ameaças ao FC Porto. Os dragões estão a procurar instalar-se no meio campo e impor o seu jogo.

Aos 11 minutos Luis Díaz, isolado e na cara do guarda-redes, não acerta na baliza. A bola passa rasteira, perto da base do poste esquerdo de Ricardo Fernandes. Nove minutos depois, Evanilson rouba uma bola e serve Luis Díaz, que cruza atrasado para a entrada da área, onde Sérgio Oliveira pega mal na bola e perde uma boa ocasião. Já a caminho da primeira meia hora de jogo, o FC Porto está a insistir muito pela esquerda.

O FC Porto não está a criar situações de perigo apesar do grande fluxo de jogo ofensivo. Um cabeceamento de Grujic sai para as mãos do guardião do Santa Clara. Lance claramente ensaiado. Que grande oportunidade para os dragões aos 37 minutos! Mérito de Luis Díaz, que iludiu por completo o seu marcador e centrou para Otávio que, com um remate de primeira, fez a bola sair demasiado ao lado.

Aos 42 minutos, Sérgio Oliveira remata a seco, de pé esquerdo, e mete a bola dentro da baliza de Ricardo Fernandes. Um remate que não foi muito forte, mas foi colocadíssimo.

Intervalo!

Logo no regresso ao jogo, sem estar sequer jogado o primeiro minuto da segunda parte, na sequência de uma assistência de Otávio, Luis Díaz marca de cabeça e faz o segundo da equipa do FC Porto.

Pouco depois, Zaidu coloca a bola no fundo da baliza do Santa Clara, mas o golo é anulado por fora de jogo. Aos 53 minutos, Ricardo Fernandes faz uma defesa espetacular e nega o golo a Pepe, que seria na sequência de um canto.

O FC Porto está a conseguir superiorizar-se nos lances de bola parada, algo que não foi nada evidente no primeiro tempo. Aos 63 minutos, o Santa Clara fica reduzido a 10 jogadores. Allano vê o segundo cartão amarelo e é expulso. A equipa açoriana tem agora pela frente uma missão quase impossível.

Com uma desmarcação rápida, Luis Díaz bisa e faz o terceiro do FC Porto nos Açores aos 78 minutos.

Terminou o jogo. O FC Porto venceu o Santa Clara, último classificado da I Liga, por 3-0 nos Açores.

Onze do Santa Clara: Ricardo Fernandes; Sagna, Cristian González, João Afonso e Mansur; Nené e Morita; Ricardinho, Lincoln e Allano; Rui Costa.

Onze do FC Porto: Diogo Costa; João Mário, Mbemba, Pepe e Zaidu; Otávio, Sérgio Oliveira, Grujic e Luis Díaz; Taremi e Evanilson.

Suplentes do Santa Clara: Rodolfo, Rafael Ramos, Boateng, Paulo Henrique, Anderson Carvalho, Romão, Jean Patric, Luiz Phellype e Mohebi.

Suplentes do FC Porto: Marchesín, Fábio Cardoso, Francisco Conceição, Pepê, Corona, Vitinha, Bruno Costa, Toni Martínez, Fábio Vieira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de