Sara não desfrutou e a culpa é do doping de rival: "É um sentimento agridoce"

Herdou a medalha de prata dos Europeus de 2012 porque rival estava dopada. Entrevista pela TSF, Sara Moreira não esconde que conquistar a prata na secretaria é muito diferente de garanti-la em competição.

Uma "sensação agridoce". É assim que Sara Moreira reage por herdar a medalha de prata dos 5000 metros, dos Europeus de 2012, porque o segundo lugar da corredora ucraniana foi anulado por doping.

Entrevistada pela TSF, Sara Moreira não esconde que conquistar a prata na secretaria é muito diferente de garanti-la em competição. Mas fica satisfeita por ver reposta a verdade desportiva.

"É um sentimento agridoce. É positivo por saber que de certa forma é reposta a verdade desportiva, mas fica um sabor amargo porque não vou desfrutar da mesma forma que desfrutaria se tivesse conseguido o resultado ali na hora", conta a atleta olímpica portuguesa. "Como é lógico, todos os valores que podia ter recebido pela medalha, isso acabou por não acontecer, apenas por ter sido bronze. São coisas que, a posteriori, não vou tirar proveito disso."

"Em 2010 fui terceira classificada também. A atleta que ganhou viria a ser desclassificada a posteriori. A atleta que foi segundo e que entretanto foi campeã da Europa também tem um caso neste momento em análise, está a ser investigada desde 2008, não sei... (...) Dizem-me que ainda é possível vir a ser campeã da Europa, o que é uma situação caricata."

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de