Sem Ronaldo, Lewandowski, Messi e Salah são os finalistas no The Best

Cristiano Ronaldo fora dos três finalistas pela primeira vez desde 2010.

O polaco Robert Lewandowski, o argentino Lionel Messi e o egípcio Mohamed Salah são os finalistas do prémio The Best para melhor futebolista do ano, enquanto Cristiano Ronaldo falha os três primeiros lugares pela primeira vez desde 2010.

O ponta de lança do Bayern Munique, de 33 anos, conquistou pela primeira vez o troféu em 2020 e procura agora a segunda distinção, enfrentando a concorrência do avançado do Paris Saint-Germain, de 34, que já venceu o galardão por seis vezes, e de Salah, de 29 anos, que alinha no Liverpool e nunca venceu o prémio.

Messi venceu o prémio The Best com o presente formato em 2019, tal como aconteceu em 2010, 2011, 2012 e 2015, em atribuições conjuntas com a Bola de Ouro, depois de ter sido distinguido em 2009 como Jogador do Ano da FIFA, antecessor do atual galardão.

O internacional português Cristiano Ronaldo, vencedor do prémio por cinco vezes, em 2008, 2013, 2014, 2016 e 2017, e que alinha no Manchester United depois de três temporadas na Juventus, ficou fora dos três finalistas pela primeira vez desde 2010, ano em que Messi venceu e Iniesta e Xavi ficaram nos lugares seguintes.

O troféu The Best substituiu o antigo prémio de Jogador do Ano da FIFA, criado em 1991 e que entre 2010 e 2015 foi atribuído em conjunto com a Bola de Ouro, da revista France Football.

As finalistas ao The Best para melhor jogadora do ano também foram hoje conhecidas, com as espanholas Jenni Hermoso e Alexia Putellas e a australiana Sam Kerr a lutarem pelo galardão, conquistado em 2020 pela britânica Lucy Bronze.

Os vencedores vão ser conhecidos numa cerimónia virtual em 17 de janeiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de