Senegal bate Egito de Queiroz nos penáltis e vence a CAN pela primeira vez

Sadio Mané, do Liverpool, bateu o penálti decisivo em Yaoundé.

O Senegal sagrou-se este domingo pela primeira vez campeão africano de futebol, ao vencer o Egito, treinado pelo português Carlos Queiroz, por 4-2 nas grandes penalidades, após o nulo na final da Taça das Nações Africanas (CAN) de 2021.

Em Yaoundé, após o empate 0-0 no tempo regulamentar e no prolongamento, Abdelmonem, que acertou no poste da baliza senegalesa, e Lasheen, que permitiu a defesa a Mendy, desperdiçaram duas grandes penalidades para os egípcios, enquanto Sadio Mané converteu o penálti decisivo, depois o guarda-redes Gabasky ainda ter defendido o remate de Bouna Sarr.

A seleção senegalesa sucedeu no historial à Argélia ao impor-se aos egípcios, recordistas de triunfos na competição, com sete, em 1957, 1959, 1986, 1998, 2006, 2008 e 2010.

O Senegal, que tinha como melhor registo a presença nas finais em 2002 e 2019, tornou-se no 15.º país a vencer a CAN.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de